Seminário Diocesano: Tem início o Simpósio de Filosofia e Teologia

O Seminário Diocesano São João Maria Vianney promove até o próximo dia 25, o Simpósio de Filosofia e Teologia, com o tema: Religião e Ateísmo. E dando início aos trabalhos na noite desta terça, 22, o evento contou com a presença de Padres, Diáconos, Seminaristas, Professores do Centro de Estudo, alunos e leigos, além da presença do Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos, que foi acolhido pelo Reitor do Seminário, o Padre Leandro Marcio e por todos os participantes.

Acolhida que foi retribuída com a alocução de abertura, onde na ocasião, o Bispo saudou a todos e comentou ser ‘salutar’ a iniciativa da Casa de Formação Sacerdotal, que oferece a oportunidade de um Simpósio aos interessados, sobretudo, os candidatos ao sacerdócio, que ao observar as vicissitudes do tempo,  espera-se empenho em responder à altura as exigências atuais.

Partindo para falar da temática do encontro, Religião e Ateísmo, Dom Dulcênio disse que o tema coloca as discussões em torno de problemas e respostas. “Se num verso, temos a pluralidade religiosa, que deseja ofuscar Cristo e a sua Igreja, no outro, temos o crescente indiferentismo religioso e o ateísmo.” Comentou o Bispo.

Concluiu sua fala de maneira positiva lançando êxito ao evento: “Espero que, daqui, deste ambiente, luzes, suscitadas por Deus, Fonte de toda a ciência, sejam produzidas para a glória divina, esplendor e da Fé Católica e salvação dos fiéis.”

O Padre João Jorge, Diretor do Centro de Estudos Acadêmicos do Seminário, ao fazer uso da palavra, contou as realidades adversas pelas quais, a Igreja Católica na europa vivencia, um mundo cada vez mais descrente ou indiferente à religião, para tanto, o Padre João, aproveitou o momento para falar da expectativa de seus trabalhos para esses dias de produção de conhecimento;

“Nesta semana, queremos pensar sobre estas questões: o mal, ateísmo, presença e ausência de deus. Espero termos espaço para conseguirmos realizar o que s. Pedro disse: dar esperança a este mundo perdido.” Apontou o Diretor do Centro de Estudos Acadêmicos.

Dentro da programação de abertura, a primeira palestra do evento foi proferida pelo Professor Doutor, o Padre Manfredo Araújo, que discursou em cima do tema: As raízes do Ateísmo. E nessa proposta, deteve-se a olhar para a realidade ligando-a às possíveis causas que propiciaram ao mundo contemporâneo,  descrente e indiferente.

Falou das primeiras bases do Ateísmo moderno que buscaram macular a imagem de Deus, citando, por exemplo, um dos precursores, o alemão Ludwig Feuerbach, conhecido no mundo acadêmico pelo ateísmo humanista e pela influência para com Karl Marx.

Elencando questões comparativas da antiguidade e da modernidade, o homem, segundo o Padre Manfredo, no passado se perguntava sobre o Todo! No contexto pós-moderno, ele questiona a partir de si, gerando a tentativa de centralizar sua figura e extraviar a de um criador. “O ateísmo moderno é um humanismo que quer afirmar o homem a partir da negação de Deus – humanismo emancipatório.” Destacou o Padre.

O Simpósio de Filosofia e Teologia segue sua programação nesta quarta, nos turnos da manhã e noite se estende até a próxima sexta-feira.

Por: Ascom com apoio na produção - Seminarista Luís Felipe
Fotos: Rafael Augusto

 

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This