Santuário da Divina Misericórdia celebra a sua Festa.

Desde o dia 10 de abril, o Santuário da Divina Misericórdia esteve realizando a Festa da Divina Misericórdia. Este ano de modo diferenciado, uma vez que a humanidade vivencia a Pandemia do Covid-19, e que por esta razão, o isolamento social e o fechamento das igrejas se tornaram medidas preventivas.

Mediante essa limitação o Santuário não deixou de celebrar sua festa, mesmo à portas fechadas, com transmissão da Pascom local, o evento chegou às pessoas. Com Novenas e Missas, a Festa se estendeu até este domingo (19), dia em que a Igreja celebra o Domingo da Misericórdia.

E para festejar este dia, uma programação foi realizada trazendo Adoração ao Santíssimo Sacramento, testemunhos, recitação do Terço da Misericórdia e a Santa Missa de encerramento que foi presidida pelo Reitor do Santuário, o Padre Paulo Sérgio. Colaboraram, o Diácono Marco Danillo, uma pequena equipe litúrgica, músicos e os agentes da Pascom.

Na Homilia, o Reitor destacou a importância desta festa, e abordou a temática “Sejam misericordiosos como o Pai de vocês é misericordioso’, refletindo a Misericórdia divina na vida das pessoas. Assim discorreu:

“Estamos celebrando a ação de Deus em nossas vidas e com essa celebração saibamos exercer a misericórdia de Deus em nossas vidas, levando as outras pessoas o perdão, o consolo, pedindo a misericórdia de Jesus. Quem pratica a misericórdia encontra a misericórdia!”. Afirmou o Padre Paulo Sérgio.

Ao final da celebração, o Reitor abençoou as estampas que carregam a imagem de Jesus Misericordioso e rezou por todos os internautas.

A Festa da Misericórdia

A Festa da Divina Misericórdia foi instituída por São João Paulo II, com o decreto emitido pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, em 23 de maio de 2000. Seu nome oficial é “Segundo Domingo da Páscoa ou Divina Misericórdia”.

O então Papa João Paulo II havia anunciado durante a canonização da polonesa Irmã Faustina Kowalska, no dia 30 de abril daquele mesmo ano: “Em todo o mundo, o segundo domingo de Páscoa receberá o nome de domingo da Divina Misericórdia. Um convite perene para o mundo cristão enfrentar, com confiança na benevolência divina, as dificuldades e as provas que esperam o gênero humano nos anos que virão”.

Santa Faustina, que é conhecida como a mensageira da Divina Misericórdia, recebeu revelações místicas nas quais Jesus mostrou o seu coração, a fonte de misericórdia, e expressou seu desejo de que fosse estabelecida esta festa.

Por: Ascom com informações e fotos, Pascom Santuário

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This