Rádio Caturité segue nos preparativos para a migração para FM

Já está em fase de conclusão a construção da nova torre onde será instalada a antena e o transmissor da Caturité FM (104.1). As obras tiveram início no segundo semestre de 2017 e a previsão é que sejam concluídas nos próximos meses. Com 60 metros de altura a torre será o suporte para a antena que levará o sinal para toda cidade de Campina Grande e parte do Estado da Paraíba.

“Temos feito muitos investimentos e há toda uma expectativa para a migração da Caturité. Podemos dizer  que os passos estão sendo dados e não tem faltado empenho da direção em agilizar os trâmites. Em breve a cidade de Campina Grande ganhará uma nova emissora com uma potência e abrangência fenomenal, uma das mais potentes da região”, afirmou Pe Adeildo Ferreira, diretor superintendente da Caturité.

Nova torre, instalada no bairro dos Cuités

A Rádio Já adquiriu, além da torre, o novo transmissor em frequência modulada e a nova antena. Outros equipamentos e projetos técnicos de instalação estão sendo providenciados, além do andamento com a documentação junto ao Ministério das Comunicações e a ANATEL.

“Segundo dados do Ministério das Comunicações a emissora será uma das mais potentes da região operando com 15 mil Watts.  Isso trará inúmeros benefícios para os ouvintes e para os anunciantes”, destacou Lúcia Duarte, diretora comercial da rádio.

Considerando todas as emissoras que estão em processo de migração na Paraíba, a Caturité teve o maior custo de migração calculado pelo Ministério das Comunicações, isso devido aos cálculos do MCTIC (População X potência). Nos próximos meses a emissora iniciará a contagem regressiva para a inauguração da nova Caturité FM 104.1.

 

Fonte: Pe Adeildo Ferreira

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This