Paixão de Cristo, paixão dos homens

Ao celebrarmos na Semana Santa os mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo, toda a humanidade se coloca diante deste evento cristão e reflete sobre o seu significado. O que Jesus Cristo sofreu na paixão foi um gesto grandioso inconteste, assumido por amor. Isso porque se transformou em caminho de libertação do jugo da maldade e em superação de toda negatividade que atinge o ser humano.

Jesus Cristo, o Filho de Deus, encarnado, cumpriu sua missão de mostrar a todos o caminho de luz, verdade e vida. Este caminho percorrido por ele foi o da paixão. E, como diz a sagrada escritura, “carregou sobre si todos os pecados da humanidade” (cf. Is 53,4). Aceitou pagar o preço do resgate de todos os escravizados e oprimidos pelo jugo das injustiças e da maldade. Não reservou nada para si, mas acatou as decisões dos homens de prendê-lo, processá-lo e matá-lo, apesar da evidência de Sua inocência e da Sua bondade.

No entanto, Jesus Cristo guardava um segredo: confiava naquele que o enviou e sabia que ele não iria abandoná-lo. A obediência plena e o cumprimento da vontade do Pai são expressões do amor que salva, por isso o Pai o glorificou, ressuscitando-o dos mortos e fazendo-o vencedor dos inimigos da humanidade, inclusive o maior de todos: a morte.

Assim Jesus uniu sua paixão à paixão dos homens. Nenhum sofrimento humano fica fora da redenção de Cristo. Por isso, todos são chamados a unir sua dor à do Filho de Deus. Essa interação significa a cura da humanidade. Na dor do crucificado de Nazaré, encontra-se o antídoto para os males humanos. Essa crença produz uma libertação fantástica e uma transformação na vida das pessoas, que agora não se sentem mais sós no seu padecimento, mas têm a mão divina que as consola, cura e renova. Todo ser humano padece e experimenta alguma espécie de sofrimento, angústia, desilusão e amargura. Por esta razão, todos podem encontrar no rosto desfigurado do Cristo crucificado a chave para entender e aceitar a própria dor, dando-lhe um significado de fé e amor.

À luz da paixão de Jesus Cristo é possível entender a paixão do mundo. Pela paixão da humanidade chega-se a compreender a única razão plausível da morte de Jesus, o amor salvador. Aquele que se entregou por amor contagia a humanidade com sua luz, salvando-a e devolvendo a esperança ao mundo dos desesperançados.

Unidos a Jesus Cristo na Sua paixão, cheguemos com Ele à vitória da Ressurreição. Feliz Páscoa para todos!

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This