O tempo do amor

Os católicos cristãos celebram a paixão, morte e ressurreição de Cristo! O que isso significa? É o tempo de se reviver o mistério da vida que vence a morte e nos conduz a salvação através de Jesus Cristo, o Filho de Deus. As palavras paixão e morte exprimem o drama vivido por Jesus de Nazaré. Ele foi preso, acusado, condenado, flagelado, coroado de espinhos; carregou o próprio instrumento de sua morte, a cruz, e foi crucificado e morto. Se tudo tivesse terminado aí, hoje, certamente não celebraríamos em sua memória, expressando tanta gratidão a Ele que se fez amor.

Deus Pai o ressuscitou e, então, uma perspectiva totalmente nova começou para a humanidade. A morte já não é o termo último da vida dos homens, pois Deus os ressuscita para a eternidade.

Esses acontecimentos envolvendo a pessoa de Jesus de Nazaré não estão soltos, mas fazem parte de uma história impressionante, que começou com Abraão, o Pai da fé. A experiência de fé do povo hebreu é narrada nos livros que compõem a Bíblia. No início, no livro do Gênesis, a criação é descrita, indicando a ação divina que tudo fez e colocou o homem no paraíso, onde havia harmonia e paz. O primeiro casal, Adão e Eva, rebelou-se contra a ordem divina e perdeu a sintonia com o Criador e o espírito do mal começou a influenciar as suas escolhas. Daí para frente, a história humana passou a ser tecida de tensão entre voltar-se para Deus ou dele se distanciar. Os que conseguiram aproximar-se dele e ouvi-lo, como fez Abraão, Isaac, Jacó, Moisés e os profetas, foram formando o povo eleito com a missão de ajudar a humanidade a se reencontrar com seu Criador e reconquistar a harmonia perdida, o paraíso.

Como Deus não desiste dos homens, Ele enviou seu Filho para selar definitivamente sua aliança de amor. Por isso, que Jesus de Nazaré, o Filho de Deus encarnado, veio cumprir a missão de mostrar à humanidade o caminho supremo do amor a Deus e ao próximo. Por causa da sua determinação de realizar a vontade do Pai até o fim, ele se fez amor para com todos e se entregou nas mãos dos homens para, através da sua própria entrega e morte, salvá-los. Esse evento culmina com a sua ressurreição, que é a vitória da vida sobre a morte, do amor sobre o egoísmo, da graça sobre o pecado, enchendo a história de esperança.

A vida, paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo é o desfecho desta narrativa de amor de Deus pela humanidade. Os cristãos são convidados a reviver este caminho e se deixar contagiar pela força da paixão de Cristo e abraçar a vida com a inspiração do amor. Esta é a força mais poderosa, que pode mudar o mundo e abrir os corações à esperança da vida nova, em Cristo Ressuscitado. O mundo, hoje, precisa continuar recebendo essa luz! Se Deus não desiste dos homens, ninguém deve desistir dos seus sonhos e da busca de Deus!

Feliz Páscoa da ressurreição!

01 Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

  • A palavra do pastor é sempre um sinal de esperança que ajuda muito a caminhada de suas ovelhas. Seria muito importante que houvesse a divulgação,nesse espaço, do áudio do programa diário Bom dia Irmão, na Caturité. Além da boa audiência que alcança seria uma oportunidade oferecida aos que não conseguem ouvir, naquele horário em que é apresentado

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This