Visita Pastoral Canônica chega ao seu terceiro dia na Paróquia de Jesus Libertador

Atualizado em 06/06/24 às 22:4714 minutos de leitura87 views


A programação do terceiro dia, nesta quinta-feira, 06, da Visita Pastoral Canônica do Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio, na Paróquia de Jesus Libertador, continuou com atividades significativas e semelhantes às do dia anterior. Pela manhã, dedicou-se a visitar idosos e enfermos sendo 8 famílias visitadas em toda área geográfica da Matriz no bairro das Malvinas.

No decorrer de toda a manhã, ladeado pelo Padre Pherikllys, o diácono Walter, e Ministros Extraordinários da Comunhão, o bispo levou a Paz de Cristo, proporcionou conforto espiritual e palavras de esperança, conhecendo histórias, acolhendo seu rebanho, criando encontros de fé marcados pela Graça divina, que se manifestaram em abraços de agradecimento e muita emoção.

À tarde, Dom Dulcênio visitou a Comunidade Santo Expedito, localizada no conjunto Grande Campina. Durante a visita, o bispo conheceu os animadores e a estrutura da comunidade, além de se inteirar sobre a realidade local. O assunto tocado pelo bispo, inicialmente, foi suscitado por uma fiel, que veio de São Paulo e agora reside próximo à comunidade e segundo foi muito bem acolhida por todos.

O tema da acolhida perdurou em boa parte da conversa do Pastor com o seu rebanho; o prelado lembrou que acolher bem é um gesto de amor e de evangelização, segundo orientou, é necessário que sejamos uma igreja aberta e acolhedora, jamais fechada entre quatro paredes de um templo, mas uma igreja missionária.

Ademais, ouviu os animadores, elogiou os esforços de todos os envolvidos e incentivou a comunidade a serem sinais do Cristo Ressuscitado naquela região; com testemunhos de uma igreja samaritana, misericordiosa e evangelizadora. Por fim, agradeceu aos leigos por ajudarem o Padre Phérillys nessa bonita missão de difundir o Reino de Deus.

No período da noite, ainda na Comunidade Santo Expedito, Dom Dulcênio presidiu a Santa Missa, encerrando assim mais um dia repleto de atividades pastorais e de encontro com o povo de Deus.

Ao refletir o Evangelho, o Pastor Diocesano iniciou sua pregação referenciando São Paulo, que embora as dificuldades encontradas em seu ministério, não baixou a cabeça e seguiu firme testemunhando Jesus; assim como Paulo, disse o prelado, é “preciso se revestir do poder de Deus que nos concede Fortaleza e Sabedoria”.

Trouxe ainda, uma reflexão em torno da ressurreição de Jesus, centro da fé cristã, tão pregada por Paulo que pediu às comunidades que nunca se esqueçam da razão de sua esperança, Jesus Cristo, aquele que está vivo!

Ao meditar o Evangelho Marcos 12, 28-34, destacou dois pontos: Primeiro, Amar a Deus; segundo, amar ao próximo: “Quando é que um cristão pode considerar que está no bom caminho em direção ao Reino de Deus? Quando começa a entender na vida prática que sua religião é o amor”, disse.

E findou: “A mensagem de Jesus é muito simples. Entre a abundância de leis religiosas e de observâncias rituais, ele destaca o amor absoluto a Deus e ao irmão como a si mesmo. São dois amores diferentes, mas inseparáveis. Pois um não pode existir sem o outro. Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Nem culturas, nem classes sociais, nem status, nem opiniões sociais, políticas, nem mesmo religiosas, podem fazer esquecer de que todo ser humano é meu próximo”.

Ao final da Missa, o bispo recebeu da comunidade uma rosa, uma lembrança e a mensagem lida por Regina destacou que o pastoreio de Dom Dulcênio é exemplo de amor, compaixão e serviço ao próximo. “Suas palavras e ações, tem impactado positivamente as nossas vidas e estamos verdadeiramente gratos a Deus por tê-lo como nosso guia espiritual”, disse a animadora.

Programação para a sexta-feira, 07/06

- 9h: Visita aos limites geográficos da paróquia, apresentação de planos, projetos e dificuldades;
- 16h: chá da tarde com idosos, Apostolado da Oração, OVS e a Comunidade Matriz;
- 17h30: Santa Missa com o Apostolado da Oração (Solenidade do Sagrado Coração de Jesus, primeira sexta do mês);
- 19h: Momento com as famílias (Pastoral Familiar, ECC). Local: Comunidade Santo Antônio.

Por: Ascom, com apoio da Pascom Paroquial
Fotos: Rafael Augusto 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia


Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia


Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)