Páscoa dos Militares é realizada na Catedral de Nossa Senhora da Conceição

Atualizado em 17/05/24 às 14:0110 minutos de leitura151 views


Na manhã desta sexta-feira, 17 de maio, a Catedral de Nossa Senhora da Conceição, localizada no centro de Campina Grande, foi palco da Missa em celebração à Páscoa dos Militares. A cerimônia foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, e concelebrada pelo Padre Luciano Guedes, Padre Shérmishon Phérikllys (Assistente Eclesiástico do Exército), Padre João Paulo (assistente do 10º Batalhão da Polícia Militar), e Padre Deivson Silva (Capelão do 1º Grupamento de Engenharia e Construção de João Pessoa/PB), pertencente ao Clero da Arquidiocese da Paraíba.

Participação Militar

O evento contou com a presença de representantes do 31° Batalhão de Infantaria Motorizado, da Polícia Militar, e do Corpo de Bombeiros, acompanhados de seus familiares. A cerimônia começou com o hasteamento da bandeira do Brasil por um soldado do exército e a execução do Hino Nacional Brasileiro pela banda da Polícia Militar.

Reflexão do Bispo

Antes da homilia, Dom Dulcênio fez menção a Marcony, Arcebispo do Ordinariato Militar, transmitindo a sua mensagem a todos os militares. Acerca da homilia, Dom Dulcênio refletiu sobre a presença de Jesus em nosso meio, partindo do Evangelho que narra a história dos discípulos de Emaús. O bispo ressaltou que Jesus, ao perceber a tristeza dos discípulos, inicia um diálogo manso e compreensivo.

"Assim, percebemos que, nesta jornada deste mundo para o céu, o Senhor se importa conosco, interessa-se com os nossos pensamentos por vezes problemáticos em se tratando de fé e esperança, e deseja escutar de nós as nossas queixas. Digo, sem medo de errar: este é o movimento da oração. O ato de orar é o de estabelecer um franco diálogo com Deus, falando-lhe da nossa vida, mesmo que o achemos distante de nós (o que nunca acontece!), ao que Ele nos fala à vida. Mesmo que os olhos do nosso coração estejam vendados pela tristeza, pelo desânimo, pelas crises, saibamos que Cristo está conosco, conhece-nos, alenta-nos, instrui-nos, resignifica-nos Consigo”, pregou.

O bispo destacou a importância da Eucaristia como meio de reconhecer a presença de Nosso Senhor Ressuscitado no mundo, citando Santo Agostinho para afirmar que Cristo deseja ser reconhecido na fração do pão.

Dom Dulcênio concluiu sua homilia pedindo aos militares e seus familiares que não caminhem como "mortos-vivos" com Jesus, mas que, ressurgidos interiormente, testemunhem a presença do Ressuscitado. "Com ele ressurgidos, interiormente ressurgidos, reconheçamos-lo, o testemunho do Ressuscitado."

Essa celebração destacou a importância da fé e da presença divina na vida dos militares, reforçando valores espirituais e a importância da oração na jornada de cada um.

Sobre a Páscoa dos Militares

A Celebração Páscoa dos Militares é o mais eminente evento religioso das Instituições Militares das Forças Armadas (Marinha, Exército e Aeronáutica) e Auxiliares (Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares) do país.

A Comemoração da Páscoa dos Militares existe desde o ano de 1945, após a Segunda Guerra Mundial. O evento ocorre em período diferente do calendário litúrgico, pois os militares passaram a Páscoa lutando na guerra. A igreja autorizou que a celebração ocorresse em data posterior e a tradição se repete até hoje.

Por: Ascom
Fotos: Rafael Augusto 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)