Santa Missa na Catedral: Solenidade da Ascensão do Senhor

Atualizado em 12/05/24 às 18:416 minutos de leitura86 views


Neste domingo, 12 de maio, a Igreja no Brasil celebrou a Solenidade da Ascensão do Senhor, trata-se de um dos momentos centrais da fé cristã, celebrando a ascensão de Jesus Cristo ao céu após sua ressurreição. É um momento de grande importância teológica, pois marca a consumação da missão terrena de Cristo e o início da sua presença gloriosa à direita do Pai.

Na Catedral, o Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, presidiu a Santa Missa do Lar pela manhã, concelebrada pelo Vigário Geral, Padre Luciano, com os serviços do Altar do Diácono Ricardo, seminaristas além da equipe litúrgica. Neste domingo, Dom Dulcênio rezou por todas as Mães, haja vista o dia dedicado a elas e por todos os comunicadores, pois a Igreja neste dia também fez alusão ao 58º Dia Mundial das Comunicações Sociais.

Nesta solenidade, os fiéis são convidados a contemplar a vitória de Cristo sobre o pecado e a morte, assim como a esperança da vida eterna que ele nos oferece. A Ascensão também nos recorda a responsabilidade da Igreja de continuar a missão de Jesus no mundo, comunicando o Evangelho e testemunhando o amor de Deus a todas as pessoas.

Na homilia, Dom Dulcênio convidou a assembleia a refletir sobre a responsabilidade que temos como cristãos diante da Ascensão do Senhor. Ele destacou a importância de não ficarmos parados, mas sim agirmos pela fé, levando a mensagem de Cristo aos confins da terra.

Também lembrou que não sabemos os tempos e os momentos determinados pelo Pai, mas somos chamados a confiar e a nos prepararmos para a plenitude da nossa salvação. E para isso, recebemos o Espírito Santo, que nos capacita a testemunhar a mensagem de Cristo com coragem e determinação.

“Pela fé, abandonando-nos aos desígnios divinos, também somos assistidos pelos meios que o próprio Deus nos concede para que esperemos a plenitude da nossa salvação, levando-a, enquanto a esperamos, como mensagem aos confins da terra. Sim, no mistério da Trindade Santíssima, Deus nos concede o Espírito para que possamos, além de preparar em nós mesmos, em nossos corações e em nossas vidas, a Sua vinda gloriosa - a Parusia -, preparemo-la também no mundo, pelo nosso testemunho”, pregou.

A analogia com a espera pelo Pentecostes é muito pertinente. É como se estivéssemos em um tempo de preparação, aguardando a vinda gloriosa de Cristo. E durante esse tempo, não devemos ficar inertes, mas sim ativos na obra do Senhor, levando a Sua palavra e agindo conforme Seus ensinamentos.

“Para prepararmos o advento glorioso Daquele que hoje subiu, nos será concedido o Espírito Santo. Recebido o Espírito Santo, não temeremos os perigos da vigilante e ansiosa expectativa; tampouco estaremos inertes durante este misterioso espaço de tempo que se desenvolve há quase dois mil anos; muito pelo contrário: será o nosso testemunho acompanhado de sinais que incomodarão àqueles que não são de Cristo, e O perseguem, porque, como nos disse a conclusão do Evangelho de São Marcos: “Os discípulos então saíram e pregaram por toda parte. O Senhor os ajudava e confirmava sua palavra por meio dos sinais que a acompanhavam” (Mc 16,20)”, ensinou.

O Bispo concluiu a sua homilia citando São Leão Magno, reforçando ainda mais essa ideia de fé inabalável, que enfrenta todos os desafios e perseguições sem se abalar. É um convite à coragem e à firmeza na fé, mesmo diante das adversidades.

“Esta fé, aumentada com a ascensão do Senhor e fortalecida com o dom do Espírito Santo, nem os grilhões nem os cárceres nem os exílios nem a fome nem o fogo nem as dilacerações das feras nem os tormentos inventados pela crueldade dos perseguidores jamais puderam atemorizá-la. Em defesa desta fé, através de todo o mundo, homens e mulheres, meninos de tenra idade e moças na flor da juventude combateram até ao derramamento do sangue”, citou.

Ao final da Missa, o bispo e o Padre Luciano Guedes, lembraram aos fiéis que esta semana para a diocese será importantíssima devido às atividades do seu jubileu dos 75 anos. Toda a programação pode ser encontrada clicando aqui

Por: Ascom
Fotos: Pascom Catedral

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)