Missa de Páscoa na Catedral: Jesus Ressuscitou! Aleluia!

Postado em 31/03/24 às 14:554 minutos de leitura68 views


A Missa de Páscoa na Catedral de Campina Grande na manhã deste domingo, 31, foi presidida por Dom Dulcênio Fontes de Matos, Bispo Diocesano, reunindo os diáconos da catedral, Anderson e Ricardo, além dos seminaristas e o povo de Deus para celebrar a ressurreição de Cristo.

Nesta missa, o Vigário Geral da Diocese, Padre Luciano Guedes, que concelebrou com o bispo, proferiu a homilia desta Solenidade. Sua mensagem foi uma profunda reflexão acerca do fato histórico da ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo e o seu impacto na vida da igreja.

O Padre Luciano Guedes iniciou a sua homilia com seus cumprimentos de Páscoa, saudando a todos os presentes e os que acompanhavam a missa à distância pelo rádio e pela internet. O primeiro ponto trazido em sua homilia foi uma citação a Santo Agostinho, que ao falar da Páscoa cravou que Cristo é a nossa esperança.

Ao comentar o Evangelho de João 20, 1-9, o padre explicou que se trata do relato que descreve o momento em que Maria Madalena visita o túmulo de Jesus após sua crucificação e descobre que o túmulo está vazio.

Segundo o Pároco, a boa nova provocou, no primeiro instante, um temor e um espanto tão fortes que Maria saiu correndo para dá a notícia. “Maria viu a pedra retirada, Maria correu para dá a notícia. É o primeiro ato de fé, gerado pela solicitude de uma mulher discípula”, disse.

Ao meditar na ressurreição, o Vigário Geral lembrou que este fato é a chave de interpretação para toda a nossa existência, que dá sentido e gera esperança na vida eterna: “A ressurreição do senhor é uma realidade central da nossa fé católica, pregada desde o começo do cristianismo, é a prova suprema da divindade de Jesus”, pregou.

“A ressurreição não é uma teoria, é uma realidade histórica revelada por Jesus Cristo que abriu um caminho novo entre a terra e o céu. Não é um mito, um sonho, uma utopia, a ressurreição é um fato único e irrepetível. Vivemos neste mundo em viagem para a pátria definitiva. Cristo ressuscitou para levar consigo os homens fazendo participantes da sua glória”, disse.  

O Padre Luciano ainda lembrou que Jesus ressuscitou para que ele mesmo viva em nós, a todo tempo e em todo lugar, doravante, a morte não tem mais poder sobre o homem e o mundo, e 2024 anos depois, Jesus continua agindo e contando com homens e mulheres que continuem testemunhando a sua presença em nosso meio.

Por fim, o Pároco da Catedral falou sobre o jubileu dos 75 anos da Diocese a ser vivenciado nesta Páscoa e disse que a Igreja de Campina Grande tem muito a agradecer a Deus por esse tempo de caminhada e pelas ações do ressuscitado que se manifesta no clero, nos leigos e nos diversos feitos desta igreja particular fincada no Planalto da Borborema.

Por: Ascom
Fotos: Setor Diocesano de Fotografias. 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)