Retiro do Clero Diocesano chega ao seu último dia

Atualizado em 25/06/19 às 10:291 minuto de leitura
No último dia do retiro do Clero de Campina Grande, nesta quinta-feira (12), Pe. Acúrcio trouxe para a meditação o seguinte tema: “A opção pelo sacerdócio como maneira autêntica de experienciar a sequela de Cristo na Vida”. O pregador iniciou o momento elencando alguns enfoques que podem ser considerados como situações erradas ao interpretar a vida sacerdotal. Em primeiro lugar, pensar que ser padre é ‘renunciar a vida’. Essa não é uma forma correta de se pensar o sacerdote, porque não há neste caso uma renúncia da vida, mas a renúncia dos projetos pessoais. A vida é dom de Deus para ser administrada por cada um. Em segundo lugar, pensar que para ser padre é preciso ‘esquecer da vida’ não é correto, porque se fosse assim, fazendo pouca causa da vida, como conseguir estímulos para levar a vida adiante? Em terceiro lugar, é um desfavor pensar que ser padre é ‘fugir do mundo e dos prazeres’. Fugir do mundo torna-o hostil e satânico, deixa de ser o espaço criado por Deus e lugar de sua manifestação. Conforme lembrou Pe. Acúrcio, quem interpreta errado o ser sacerdote, pode cair no risco de ser um presbítero infeliz, frustado, agressivo, incapaz de se relacionar, legalista, moralista, entre outras coisas mais. “Ser padre assim, é uma maneira desumana e anti-evangélica de viver a vida”, disparou. Ele explicou ainda que na busca de dar sentido à vida, há várias possibilidades, dentre elas está a opção pelo Sacerdócio. Para ser padre tem que haver uma motivação profundamente existencial. Daí que, opta-se por ser presbítero porque se quer dar sentido à vida, seguindo Jesus Cristo. "Como padres somos pessoas necessárias para o mundo, não somos uma espécie de intrusos, estamos aqui para que, vivendo no estilo do Evangelho, possamos ajudar a humanidade a buscar o sentido da vida. Não foi à toa que tantos deram a vida pelo serviço sacerdotal e são referências pelo testemunho", finalizou. O Retiro do Clero, que acontece no Convento Santo Antônio, em Lagoa Seca, desde a última segunda (09), chega ao término na noite desta quinta-feira (12). Por Pe. Márcio Henrique/ Coordenador da Pascom Diocesana Fotos: Pe. Francisco Evaristo  

Comentários (0)