Em Cuité-PB, Bispo celebra abertura da Festa da Padroeira Nossa Senhora das Mercês

Atualizado em 14/09/23 às 00:009 minutos de leitura426 views


Considerada uma das maiores devoções do curimataú, Nossa Senhora das Mercês, em Cuité-PB será celebrada por sua paróquia desde esse dia 14 até o próximo dia 24 de setembro; a abertura foi marcada pela acolhida Imagem Peregrina da Padroeira que foi trazida pelos fiéis numa procissão motorizada até à Matriz. O hasteamento das bandeiras precedeu a Santa Missa de abertura que foi presidida pelo Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos.

Os Padres da Paróquia, Padre João Paulo (Pároco) e o Padre Fabiano Cruz (Vigário) acolheram com esmero ao Pastor Diocesano e aos seminaristas que o acompanharam no serviço litúrgico; neste dia da abertura das festividades em honra à Padroeira, a Igreja celebrou a Festa da Exaltação da Santa Cruz e o Bispo, disse ser uma feliz providência celebrar esta Festa Litúrgica em preparação à Festa da Padroeira.

Homilia

Ao pregar aprofundando sua homilia no mistério litúrgico da Festa da Exaltação da Santa Cruz, Dom Dulcênio lembrou que o dia 14 de setembro, se comemora o glorioso fato da reconquista da Santa Cruz das mãos dos Persas, também frisou que a igreja ao longo dos séculos dedicou especial veneração ao Santo Lenho que serviu de Altar no grande sacrifício de Jesus Cristo.

“Se tivéssemos dela uma mínima partícula, não a consideraríeis um tesouro precocíssimo e como tal não guardaríeis com muito amor cuidado? Por que não estimais a Cruz, que Nosso Senhor, bom Deus, vos manda? Não é também uma partícula, que, levada com paciência e resignação, como Jesus levou, vos será de muito maior utilidade que o próprio santo Lenho? Não fujamos da Cruz de nosso dia a dia, ela existe e é para ser carregada!”, pregou.

Seguiu ensinando, que pela Cruz Jesus foi exaltado sobre os céus e a terra, doravante, todos os cristãos serão exaltados se, como e com Jesus Cristo levarem a cruz que ele designou a cada um de seus filhos, tendo paciência e humildade. A festa da Exaltação da Santa Cruz coloca os fiéis diante do maior símbolo e revela a grandeza surpreendente de Deus que transforma os sinais de morte em sinal de vida, que transforma a própria morte em vida plena.

“Ao celebrarmos a Exaltação da Santa Cruz, celebramos o grandioso amor de Deus por nós, celebramos a vida que vence a morte, celebramos a certeza de que todo sofrimento, por mais terrível que seja, tem um fim. A Cruz deixou de ser um instrumento de morte e passou a ser um instrumento redentor”, disse.

E continuou: “Sabemos da importância do crucifixo na vida do Cristão, somos chamados a olhar para a Cruz, como um sinal da salvação. Assim como a serpente de bronze foi levanta por Moisés no deserto e os que para ela olhavam eram curados, assim também nós. Ao contemplarmos o sacrifício redentor de Jesus somos curados”.

Adiante, o Pastor Diocesano encorajou aos fiéis a abraçarem a cruz sem medo, sem reservas, pois a Cruz é a Aliança de Misericórdia. A realidade da cruz traz em si um grande mistério. Depois de passar pela cruz, pelo sofrimento e pela morte, Jesus ressuscita! E é assim que acontece com todos aqueles que a tomam, são transformados. A morte se transforma em vida. Não fujamos a Cruz, vamos abraça-la até o fim”, findou.

A continuidade da festa

A Festa de Nossa Senhora das Mercês seguirá até o dia 24 de setembro, com uma vasta programação que poderá ser acompanhada pelas redes sociais da paróquia. Abaixo das fotos desta missa presidida pelo bispo confira a programação . 

https://www.instagram.com/paroquiadasmerces/

https://www.facebook.com/ParoquiadasMercesCuite


Por: Ascom
Fotos: Pascom Paroquial 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Confira a programação da Festa:
Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)