Comissão do Lar Sacerdotal dos Padres Idosos volta a se reunir

Atualizado em 07/10/22 às 11:003 minutos de leitura956 views


Uma das prioridades pastorais do Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, na preparação ao Jubileu dos 75 anos da Diocese, é o Lar Sacerdotal São João Maria Vianney, residência que terá por objetivo acolher os padres idosos e enfermos; trata-se de um sonho que está prestes a se tornar realidade, isto porque, na reunião que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 05, na Cúria Diocesana, o bispo comunicou que as obras começarão a partir do dia 01 de novembro.

O Padre José Hermes, que encabeça o projeto do Lar Sacerdotal, informou que o projeto apresentado ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, o CREA, recebeu parecer favorável, assim como a liberação do Alvará da Prefeitura Municipal de Campina Grande, permitindo desta forma o início da construção do prédio, que será erguido no mesmo terreno do Seminário Diocesano, no bairro do Alto Branco.

Diante dessa realidade, a comissão responsável sentou para ver os primeiros encaminhamentos da obra. Dom Dulcênio se mostrou contente frente a essa boa notícia e pediu aos padres empenho, assim como deseja que toda diocese abrace esta causa.

A obra começa no dia 01 de novembro com o serviço de terraplanagem, isto é, uma etapa extremamente necessária na construção de edifícios, estradas ou, até mesmo, para evitar possíveis acidentes com o solo, trata-se do nivelamento ou da preparação do terreno para receber a estrutura da construção.

A captação de recursos

Muito em breve serão criadas várias iniciativas tais como, shows de prêmios, eventos nas paróquias, campanhas nas redes sociais, elaborações de projetos, a fim de arrecadar fundos para a construção do prédio.

As dependências do prédio

Este prédio será construído no mesmo terreno onde está o Seminário, no bairro do Alto Branco, em Campina Grande; será um espaço de convivência e cuidado comunitário, promovendo uma moradia digna para os padres idosos. A referida residência contará com dois pavimentos, um térreo e um primeiro andar, e haverá uma capela, acessibilidade para os idosos, elevador que atenderá as necessidades, espaço para repouso, assistência à saúde com salas de enfermaria, fisioterapia, esterilização e farmácia. Os quartos que ficarão situados no primeiro andar também atenderão todas as necessidades do público idoso.

Por: Ascom | Correção: Padre Márcio
Fotos: Rafael Augusto

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)