Festa de Santa Teresinha, em Massaranduba-PB

Atualizado em 03/10/22 às 12:074 minutos de leitura664 views


Neste dia 1 de outubro a Igreja lembra a santidade de Santa Teresinha do Menino Jesus, jovem francesa que doou sua vida a Jesus Cristo ao viver no monastério de Lisieux, escrevendo sua história a partir da obediência e da simplicidade; na diocese a única paróquia que alude à santa como padroeira, é a que fica situada na cidade de Massaranduba-PB, paróquia esta que viveu intensos dias com as festividades votivas à Teresinha.

E para encerrar os festejos, o Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, presidiu a missa solene na tarde deste sábado (01) na igreja matriz que estava lotada de fiéis, e também participou de uma procissão pelas ruas da cidade. O Padre Alexandre, pároco, juntamente com o diácono Gleydson acolheram ao bispo e os seminaristas com alegria e entusiasmo.

Na homilia, o bispo lembrou a grandeza dessa festa de Santa Teresinha e a destacou com uma mulher virtuosa com simplicidade inquestionável e abnegação de si própria; o bispo também explicou as leituras apontando para a paz e a humildade.

“Esforça-se por se tornar simples como uma criança, por abater em si tudo o que possa falsear esta simplicidade gloriosa, por aplicar-se de coração ao cultivo da humildade, ao desprezo de si mesmo e dos interesses pessoais – eis, segundo o Evangelho de Jesus Cristo, a lei da verdadeira grandeza”, pregou.

Ao falar sobre Santa Teresinha, o bispo lembrou que não há nada de extraordinário na vida desta santa Carmelita, seu exemplo é perfeitamente imitável por todos que seriamente querem a salvação de sua alma e afirmou que Teresa é um sinal para todos os cristãos desta época.

“Basta imitar-lhe as suas virtudes, invocar-lhe a poderosa intercessão. O Espírito Santo, que rege a Igreja de Deus sobre a terra, reservou Santa Teresinha, esta mimosa flor do céu para os nossos tempos, tão pobres de amor e tão saturados de miséria”, pontuou.

Dom Dulcênio concluiu sua homilia, dizendo que a Igreja católica se rende diante de Santa Teresinha, pelo exemplo e pela grandeza desta doutora que apontou o caminho da pequena via, como salvação das almas: “Graças lhe rendemos por ter dado aos filhos um exemplo tão perfeito de virtudes e santidade, que mostra a humanidade o pequeno caminho da santificação. Benfeitora que é dos pobres mortais, que lhe dirigem nas necessidades materiais e espirituais; padroeira dos missionários e missionárias que trabalharam nas linhas mais avançadas da milícia de Cristo na terra dos pagãos”, findou.

Por: Ascom
Fotos: Pascom paroquial
Link da transmissão: https://www.youtube.com/watch?v=6u7QLw-mgoo

 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia
 



Comentários (0)