Semana Nacional da Vida 2022

Atualizado em 03/10/22 às 11:414 minutos de leitura522 views


Inicia-se no próximo sábado, dia 1º de outubro, a Semana Nacional da Vida 2022, com encerramento no dia 8, Dia do Nascituro. Uma semana que a Igreja Católica em todo país realiza para reforçar a necessidade de defender a vida desde a concepção até o seu fim natural. Neste ano, o tema do Hora da Vida, livreto de apoio para a celebração do momento, será “Serviço à vida: caminho de fecundidade”. Um momento de oração, escuta da palavra e reflexão sobre o valor inviolável da vida humana, especialmente os mais vulneráveis.

Por meio do livro Hora da Vida, que em 2022 foi disponibilizado junto com o Hora da Família, celebrado em agosto, a Comissão Nacional da Pastoral Familiar (CNPF) motiva a celebração de encontros, com o objetivo de levar à compreensão do chamado que é feito a cada um, para agradecer pelo dom da vida e estar em defesa dela.

Confira os temas propostos para este ano:

1º Encontro – O amor conjugal e o respeito pela vida humana

2º Encontro – Abertura à vida e adoção

3º Encontro – Serviço à vida e os direitos das crianças com deficiência

4º Encontro – Serviço à vida e cooperadores do amor de Deus

5º Encontro – A Igreja está ao lado da vida

6º Encontro – Educar para os valores essenciais da vida

7º Encontro – Um múltiplo serviço à vida

Dia do Nascituro – Toda violação da dignidade humana ofende a Deus

Além das atividades previstas para Semana Nacional da Vida nas (Arqui)dioceses, paróquias ou comunidades, são propostas duas ações públicas para serem realizadas em todo Brasil no mesmo dia e horário, demonstrando a força de mobilização em prol da vida.

O primeiro é o Sinal da Alegria: No dia 01 de outubro, abertura da Semana Nacional da Vida, façamos ressoar os sinos de todas as Igrejas no Brasil, sempre às 12h, 15h e 18h, acompanhado da ‘Oração do Nascituro’, simbolizando assim a alegria em celebrar e valorizar a vida.

Já no dia 08 de outubro, Dia do Nascituro, o Sinal de Esperança para a propagação da ‘Luz de Cristo’, para que possa iluminar e proteger as vidas vulneráveis e indefesas. Por isso é sugerido acender o maior número de velas, e conjuntamente rezar a ‘Oração do Nascituro’. Um momento de devoção e unidade com toda a Igreja no Brasil.

O local poderá ser em frente a uma Igreja, praça pública ou lugar que seja oportuno. Sugere-se também que a comunidade local se mobilize e realize ações adicionais, de acordo com a sua realidade, como procissões, passeatas, oração do Santo terço e outras.

Oração do Nascituro

Nós vos louvamos, Senhor Deus da Vida. / Bendito

sejais, porque nos criaste por amor.

/ Vossas mãos nos moldaram desde o ventre materno. /

Nós vos agradecemos pelos

nossos pais, e todas as pessoas que cuidam da vida

desde o seu início, até o fim. / Em

Vo?s somos, vivemos e existimos. / Abençoai todos que

zelam pela vida humana e a

promovem. / Abençoai as gestantes e todos os

profissionais da saúde. / Dai às pessoas

e às famílias o pão de cada dia, a? luz da fe? e do

amor fraterno. / Nossa Senhora

Aparecida, intercedei por nossos nascituros, nossas

crianças, nossos jovens,

nossos adultos e nossos idosos, para que tenham vida

plena em Jesus, que

ofereceu sua vida em favor de todos.

Amém!


Kit para divulgação

A Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) também disponibilizou material gráfico, dicas de fontes e imagens da Semana Nacional da Vida. O objetivo é possibilitar que as paróquias e comunidades de todo o país possam elaborar suas próprias artes para os encontros e divulgar o momento de reflexão e de defesa da vida.

O kit é composto por um vídeo sobre os encontros da Semana Nacional da Vida, além das indicações de cores e fontes utilizadas na formatação do material, panfletos indicando sobre os sinais públicos que são propostos para serem realizados durante a semana, imagens e um marcador de página, idealizado por Dom Ricardo Hoepers, bispo de Rio Grande (RS) e presidente da Comissão. “É um tipo de motivação para participar do momento de reflexão sobre a vida, em comunhão com toda a igreja no Brasil. Pode ser distribuídos para as famílias em semáforos, ao fim das missas e em encontros de outras pastorais e movimentos nas paróquias e comunidades”, enfatizou.

Acesse os arquivos: https://bit.ly/3BBoMOM

Por Assessoria de Comunicação da Comissão Diocesana com material de apoio do Portal Vida e Família, 27 de setembro de 2022

 

Comentários (0)