Carta do Administrador Diocesano a todo povo de Deus

Atualizado em 25/06/19 às 11:141 minuto de leitura
Caríssimos presbíteros, diáconos, religiosos/as, consagrados/as, seminaristas e todo o Povo de Deus de nossa Diocese.   ‘Reavivai em vós o dom de Deus recebido’. (cf.2Tm 1,6)   No contexto de vacância da Diocese de Campina Grande, que se deu pela transferência de Dom Manoel Delson para a Arquidiocese da Paraíba, o Colégio dos Consultores se reuniu, hoje, dia 22/05/2017, para escolher o Administrador Diocesano. Em clima de oração e reflexão fui escolhido para assumir tal função. Acolhi esta missão com humildade e confiança na graça de Deus, para dar continuidade aos trabalhos que já vêm sendo realizados, sobretudo, no campo da administração e da pastoral, em comunhão com o Colégio dos Consultores. Com alegria, coloco-me à inteira disposição de Deus e da Igreja para corresponder ao ofício a mim confiado; trabalhando para que cresça a fraternidade entre nós e para que continuemos firmes na nossa caminhada pastoral, preparando a Diocese para acolher aquele que será Bispo desta Igreja Particular. Dessa forma, desejo contar, nesta administração, com o apoio dos meus irmãos no sacerdócio, dos diáconos, dos religiosos/as, de todas as forças vivas  e de todos os irmãos e irmãs em Cristo da nossa Diocese. Com as palavras de São Paulo ‘reavivai em vós o dom de Deus recebido’ (cf. 2Tm 1,6), pedimos que reavive em nós o dom de Deus para que possamos olhar o futuro da nossa querida Diocese com mais entusiasmo, fé e esperança; confiando no Divino Mestre e proclamando com alegria a beleza da nossa vocação. Coloquemos todo este tempo de vacância, nas mãos da Imaculada Conceição, nossa padroeira, para que ela interceda a Deus por todos nós, a fim de que, como Igreja, nos unamos em oração, invocando o Espírito Santo para que nos envie outro Bispo-pastor para apascentar o rebanho de Cristo que está presente nesta terra da Borborema.  

Campina Grande, 22 de maio de 2017.

Pe. Aparecido Francisco Camargo

Administrador Diocesano

Comentários (0)