A Festa da Paróquia de Nossa Senhora do Desterro, em Baraúna-PB

Atualizado em 07/01/22 às 06:423 minutos de leitura


A Paróquia de Nossa Senhora do Desterro, com sede na cidade de Baraúna-PB, Forania do Curimataú, festejou com louvor a sua padroeira neste dia 06 de janeiro, em Missa presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, e concelebrada pelo Pároco, Padre Henrique Gustavo.  As festividades tiveram início no último 28 de dezembro, e culminaram nesta quinta (06), em um momento de fé e devoção à Nossa Senhora com a missa presidida pelo Bispo e a procissão pelas ruas da cidade.

Nesta quinta feira em que a Paróquia celebra sua  Padroeira, Nossa Senhora do Desterro,  celebrou-se a EPIFANIA do Senhor. O Bispo trouxe sua mensagem recordando esse grande momento que foi a manifestação de Deus aos povos, destacando-o como a luz que ilumina as nações, a luz do mundo. Uma característica deste tempo do Natal, frisou o Bispo, é o símbolo da luz e, partindo da estrela que os magos avistaram, Dom Dulcênio ensinou que o encontro dos magos com a criança divina foi capaz de modificar a vida daqueles homens para sempre.

No Evangelho de Mateus, existe uma informação precisa e bem relevante acerca desta epifania, os magos foram ‘avisados em sonho para não voltarem a Herodes’; conforme explicou o Bispo, significa dizer que os magos mudaram de vida, e que a pessoa ao encontrar Jesus, jamais voltará pelo mesmo caminho, pelo contrário, trilhará outro novo: “Aqueles homens mudaram o eixo de suas vidas e não apenas de rota para o retorno às suas longínquas terras”, ensinou.

Outro dado importante é entender que o movimento dos magos em busca do Rei significa a procura dos povos pelo Messias, pelo Salvador e, segundo o prelado, o ensinamento que o texto bíblico quer passar é um indicativo de que os cristãos continuem à procura do seu Senhor Jesus Cristo: “Podemos abstrair também para a nossa experiência de constantemente buscarmos o Cristo, que o conhecimento e vivência da Escritura Sagrada são indicativos necessários que nos guiarão até Ele”.

Terminou sua homilia sugerindo que o discernimento seja uma característica presente a fim de apontar a verdadeira luz, a estrela mais brilhante da numerosa descendência do Pai Abraão.

O Padre Henrique Gustavo agradeceu a comunidade pela massiva participação no decorrer desses dias, bem como agradeceu ao Bispo por sua presença no encerramento da festa.

Por: Ascom | Correção: Pedro Freitas
Fotos: Pascom Paroquial


Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)