A 6ª Catequese de São José na Catedral

Atualizado em 07/10/21 às 11:153 minutos de leitura


O tema da sexta Catequese de São José, realizada na noite desta quarta-feira (06) na Catedral, foi “José, modelo do trabalho”; o pregador desse momento foi o Padre Leandro Márcio, Reitor do Seminário Diocesano de Campina Grande. Com presença de fieis na igreja, o momento também foi transmitido pelas redes sociais da Diocese.

Como vem acontecendo nas demais catequeses, o Padre Luciano Guedes, Vigário Geral e Pároco da Catedral, tem acolhido aos catequistas responsáveis por ministrarem as temáticas e, junto com eles, rezam o santo terço e vivenciam a Adoração ao Santíssimo Sacramento.

No que diz respeito ao que foi trabalhado pelo Padre Leandro, um destaque para a figura de José Operário, tão bem devotado pelas comunidades. O Padre Leandro falou que um dos trabalhos de José foi ser o educador do Filho de Deus, ele foi o responsável por ensinar Jesus a crescer na vida transmitindo-lhe a profissão de carpinteiro.

“A carpintaria é uma extensão da sinagoga, ali se cultivava a palavra de Deus. Uma parte da vida de Jesus foi na carpintaria de José aprendendo com seu pai adotivo a dignidade do trabalho”, comentou. O Reitor falou ainda que o trabalho é um meio no qual se promove o bem e a paz, coisas que Jesus bem aprendeu.

“O que é o trabalho para nós?” Essa, foi uma reflexão trabalhada pelo sacerdote que seguiu explicando, à luz da pedagogia de São José, que o trabalho é um meio importante para o sustento da família, e não deve ser encarado como o fim último, como algo mais importante, não.

“O trabalho precisa ser edificado sobre a verdade, a beleza e o bem comum. Se o trabalho não vem atrelado a esses fundamentos, é um desserviço à humanidade, é meio de escravidão. São José nos recorda com certa urgência a reencontrarmos o sentido do trabalho em nossas vidas, e não sermos obcecados e frenéticos com o trabalho”, comentou.

Após essas advertências, Padre Leandro lembrou que o trabalho precisa ser um aporte para colaborar com um mundo novo, destacando que o cristão tem essa missão de olhar para Jesus e não perdê-lo de vista, mas crer em um mundo melhor e mais justo.

“Que em cada ofício que exerçamos, estejamos atentos a cuidarmos uns dos outros, e uma das formas de cuidar é antes de tudo, fazer o bem! Eis um belo e bom trabalho, cuidar de todos; que o nosso ambiente de trabalho seja uma extensão da carpintaria de São José e do Evangelho”, concluiu.

A última catequese está prevista para o dia 3 de novembro e será conduzida pelo Padre Jorge Rodrigues com o tema: “José, exemplo de esperança no Senhor”.

Por: Ascom
Fotos: Joaquim Urtiga e Agnaldo

 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)