Vicariato para Educação, Cultura e Universidades realiza encontro de implantação da Pastoral Universitária

Postado em 11/09/21 às 16:484 minutos de leitura


O Vicariato para a Educação, Cultura e Universidades promoveu neste sábado (11), um encontro alusivo e formativo a Pastoral Universitária, sendo realizado no Seminário Diocesano São João Maria Vianney, em Campina Grande. Com o objetivo de formar e animar agentes na Pastoral Universitária, o Encontro reuniu jovens de diversas Paróquias da Diocese.

Além dos membros do Vicariato que estiveram em toda organização, o Vigário Episcopal Padre Josandro, o Diácono Joseque juntamente com alguns seminaristas, iniciaram o momento com orações pedindo a Deus muita iluminação para o encontro.

Dando total apoio ao Vicariato e se fazendo presente, o Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, teceu palavras acolhedoras aos jovens e os motivou a seguirem firmes na fé com o projeto da Pastoral Universitária.

Dom Dulcênio ressaltou sua fala que a Igreja sempre esteve próxima dos ambientes do saber, mas, por um instante, esta relação se arrefeceu e, portanto, – segundo o Bispo – é preciso resgatar e fortalecer esse vínculo a fim de que a Igreja cumpra seu papel amparando os cristãos que vivem no mundo acadêmico.

“A Igreja quer se fazer próxima a todos que fazem parte da comunidade universitária, acolhendo as pessoas a partir de sua experiência de fé e convidando os cristãos a serem missionários em suas universidades, principalmente a partir de seus testemunhos de vida. Para tanto, se faz necessário cristãos missionários que, por sua vocação batismal e unidos a Igreja de Cristo, estejam dispostos e sejam capazes de um olhar atento ao outro, que sejam capazes de anunciar o mistério de Cristo e – quando interpelados – dar razões de sua fé sem medo, que por seu testemunho tornem-se luz no mundo e por sua caridade sejam promotores da vida e da dignidade da pessoa humana”, destacou.

Com o tema “A presença da Igreja no mundo”, o evento seguiu com dois momentos, sendo um preenchido no turno da manhã, no qual foi apresentado o projeto da Pastoral, e o que se tem no tocante à perspectiva histórica desse trabalho na Igreja. O segundo momento, à tarde, destinou-se à escuta dos participantes.

Augusto César é estudante de Economia e frequenta a Paróquia de São Judas Tadeu. Para ele, o evento foi atual e necessário, para ajudar os fiéis que frequentam o ambiente acadêmico, a se posicionarem melhor, quando interpelados ou criticados.

“Nós como católicos precisamos nos posicionar, pois a ciência é algo que molda a sociedade moderna, é preciso estarmos prontos para responder qualquer crítica que queira denegrir a nossa fé”, disse o estudante. O Padre Josandro, Vigário Episcopal para a Educação, Cultura e universidades, destacou que o encontro foi positivo.

“Deu a possibilidade de grande parte das paróquias da cidade e representatividades das Foranias para conhecer o caminho da Pastoral Universitária e os desafios para os dias atuais, sobretudo na cidade de Campina Grande que é um polo universitário. Criou-se uma possibilidade de criar uma escuta a esse público e traçarem juntos metas de como estabelecer uma convivência harmoniosa no espaço acadêmico. Não se trata de impor a fé, mas viver a fé a partir do testemunho de vida, que possuem as palavras chaves: acolhida, encontro e diálogo”, comentou o Padre Josandro.

Doravante, os jovens irão se articular tendo representações forâneas, isto significa dizer que cada forania, terá uma pessoa responsável por articular a pastoral universitária junto aos padres nas paróquias e agentes.

Por: Ascom | Correção: Pedro Freitas
Fotos: Comunicação do Vicariato
Contribuição para a Matéria: Laíne Trovão e Jaiany

 

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)