Padres historiadores se reúnem na Cúria Diocesana

Atualizado em 15/03/22 às 22:363 minutos de leitura

No contexto Jubilar dos 75 anos da Diocese de Campina Grande, consta na preparação, a produção de um livro comemorativo que contará a história da Diocese. E o nascedouro desta produção se deu na manhã desta quarta-feira (01), quando ocorreu na Cúria Diocesana a primeira reunião, envolvendo a equipe dos Padres historiadores, que serão responsáveis pela organização e compilação da obra.

Com o objetivo de elaborar uma história da Diocese de Campina Grande, a equipe formada para desenvolver esse livro, é coordenada pelo Vigário Geral, Padre Luciano Guedes, que contará com a indispensável contribuição dos Padres Fabiano Melo, João Jorge, Weslley Rangel, Rômulo Remígio, Carlos Antônio e Manoel Cristino. Neste primeiro encontro, Padre Weslley e Padre Cristino não puderam se fazer presentes, justificando suas ausências.

O que irão contar? Como se dará a narrativa? Que assuntos serão abordados? Quais as fontes? Essas foram as perguntas norteadoras da pauta desta reunião, que foi bastante produtiva. A ideia de criar um livro documental se justifica, não apenas pelo fato de a Diocese está  na perspectiva dos seus 75 anos, mas porque a sua história foi e continua sendo importante para a formação da sociedade.

A priori, ficou acordado entre os padres historiadores que o livro será organizado em três edições, as quais serão publicadas no ano jubilar que será celebrado de 14 de maio de 2023 a 14 de maio de 2024. Na primeira edição serão trabalhados os contextos epocais que antecederam a criação da Diocese, considerando os primeiros bispados e a estruturação da Diocese, até o ano de 1962.

A segunda edição focará na pesquisa histórica entre 1962 a 2001, do Concílio Vaticano II ao advento do Terceiro Milênio, compreendendo, portanto, os bispados de Dom Manuel Pereira e Dom Luís Gonzaga Fernandes. A terceira, contará a história da igreja de Campina Grande no século XXI, os novos desafios, os bispos deste período e o bispo atual, Dom Dulcênio Fontes de Matos.

Pretende-se com essa obra presentar a Igreja e a sociedade em geral, a partir de um trabalho apurado que relatará a importância da Diocese e a sua evolução ao longo dos anos em Campina Grande e em todo o território diocesano, com as suas paróquias, comunidades, organismos, instituições, pastorais e serviços diversos.

Com as metas já estabelecidas, e a divisão de tarefas, isto é, as pesquisas direcionadas, os padres trabalharão doravante para a montagem do material, colhendo informações e buscando em fontes e documentos, materiais que se tornem aporte para o produto final. Em fevereiro, a mesma equipe, voltará a se reunir para apresentar os primeiros resultados.

Por: Ascom
Fotos: Rafael Augusto

Imagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notíciaImagem da notícia

Comentários (0)