No Seminário, Dom Dulcênio preside Missa que marca o acolhimento dos Seminaristas e a abertura do Ano Letivo

Neste dia 08 de fevereiro, o Seminário Diocesano São João Maria Vianney, que fica situado no bairro do Alto Branco, em Campina Grande, acolheu os Seminaristas que retornaram das férias. A ocasião foi marcada por Missa presidida pelo Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, e concelebrada pela Equipe Formativa, que é composta pelos Padres Leandro Márcio (Reitor), Josandro Macedo (Vice-Reitor) e José Adauto (Diretor Espiritual), o Monsenhor Antônio Apolinário e o Padre Givanildo, que é da Diocese de Petrolina, também estiveram presentes.

A mensagem de boas-vindas do Bispo foi cheia de esperança, a qual incentivou os jovens Seminaristas a buscarem incessantemente Jesus Cristo, lembrando que é por meio de Jesus que o Seminarista encontra a sua força para a vivência no Seminário. O Bispo também desejou que o ano seja de boa convivência entre todos os membros da casa de formação.

A reflexão de Dom Dulcênio foi acerca dos frutos que estão sendo gerados e, nesse sentido, falou da vida seminarística e no processo de formação que se dá a partir da oração e dos demais afazeres, reforçando que a vida de oração é crucial para fortalecer o caminho até o sacerdócio:

“Não percam tempo para a renovação diária. Sei que a vida no Seminário é preenchida com várias funções; mesmo assim, cada um precisa de uma parada em suas ocupações, a fim de dedicar, em cada dia, alguns minutos de oração pessoal para falar com Deus. A partir disso você irá se santificando com essa conversão diária e, consequentemente, sendo preparado e fortalecido para o sacerdócio”, comentou.

Segundo Dom Dulcênio, o Seminário é o lugar onde o trigo será moído e a uva pisada. É o lugar da disciplina, pois é onde se molda para uma vida nova, uma vida de amor e de doação, de renúncias, de Igreja. O Bispo ainda compreende que o Seminário é o local que é ensinado a generosidade da partilha.

“Mantenham-se firmes e alegres, afinal, é pelo Cristo que vocês estão aqui. A alegria é um bom sinal de sua vocação. Um seminarista não pode ser triste: viver a vida no mistério de Cristo gera felicidade”, foi o principal pedido de Dom Dulcênio para os Seminaristas.

Aos formadores da casa, pediu cuidado e zelo para com a caminhada dos jovens: “Queridos formadores, cuidem bem desses jovens que o Senhor nos confiou para fazer florescer e frutificar, e amanhã bem servir como sacerdotes da nossa amada Diocese e das Dioceses de Patos e de Petrolina, que nos confiam a formação dos seus seminaristas. Seminário é a sementeira, o plantio, o cultivo. Confio em Deus que os bons frutos virão”, concluiu.

O Seminário

O Seminário Diocesano atualmente conta com 58 Seminaristas, sendo 45 da Diocese de Campina Grande, 4 da Diocese de Patos e 9 da Diocese de Petrolina. O Seminário dispõe ao jovens formação intelectual, humana e espiritual.

Os Jovens que estão para ingressar no propedêutico serão acolhidos no próximo dia 19 de março. Neste ano, o propedêutico será formado por 10 jovens.

Por: Ascom | Correção Pedro Freitas
Fotos: Bruno Oliveira

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This