No Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Bodocongó, Bispo celebra Missa festiva

A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, situada no bairro de Bodocongó, na noite desta terça feira (27), encerrou os festejos em honra à sua Padroeira com Missa Solene presidida pelo Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos.

A solene celebração reuniu os Padres Redentoristas, dentre eles estavam o Provincial Padre Luiz Vieira, o Padre Jadeilson Santos, Pároco e Reitor do Santuário, e demais confrades. Dom Dulcênio esteve acompanhado dos seminaristas que auxiliaram no serviço litúrgico.

Ao longo das 10 noites, a Paróquia se revestiu de festa, mas com um formato diferente: a festa não se concentrou no Santuário, pelo contrário, a cada noite, o novenário e as Missas aconteceram nas comunidades que compõe a Paróquia.

Live musical, pedalada, café da manhã e translado do Ícone de Nossa Senhora marcaram a festa durante esses dias, chegando ao ápice com a Missa presidida pelo Bispo, que foi acolhido com muita alegria pela Comunidade.

Na reflexão trazida pelo Bispo, a assembleia foi provocada a meditar o Evangelho de São João, que narra Maria e o Discípulo João, aos pés da Cruz. Dom Dulcênio ensinou que a preocupação de Jesus antes de padecer, demonstrou carinho e amor por sua mãe, confiando-a ao discípulo e vice versa, que indica Maria com a Mãe de todos os discípulos.

“João recebe Maria e a leva para sua casa e, consequentemente, a leva também em sua vida. Trata-se também de um convite dirigido a todos os cristãos para que saibam introduzir Maria em suas vidas, em nossas vidas. Maria quer, sem dúvidas, que a invoquemos que nos aproximemos d´Ela com confiança, que recorramos à sua maternidade, pedindo-lhe que se manifeste como nossa Mãe, como a Mãe do Socorro. Ela até antecipa as nossas súplicas, porque conhece as nossas necessidades e vem prontamente em nosso auxílio, demostrando com obras que se lembra constantemente de seus filhos”, proferiu.

Ainda de acordo com o Bispo, Nossa Senhora foi fiel à sua missão em exceder-se continuamente no serviço aos homens, sendo Ela a Mãe de todos os homens, e que por esta razão, deveria ser amada, venerada e respeitada por todos. Concluindo sua homilia, o Bispo pediu aos fiéis perseverança e confiança de filhos que podem entregar sem medo nos braços da Mãe.

“Estamos vivendo tempos difíceis, recorramos a Maria, ela ensina-nos e nos fortalece nos momentos de desânimo e angústia; é fiel defensora de seus filhos nos combates da vida, e quando recorremos a Ela nas tentações, sempre a temos ao nosso lado; mesmo sem a ela recorremos”, concluiu.

Por: Ascom
Fotos: Pascom paroquial

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This