No encerramento da Festa de Nossa Senhora do Rosário, em Campina Grande, Dom Dulcênio Ordena mais um Diácono Permanente

A Festa da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, do bairro Prata, festejou este ano 80 anos de evangelização, tendo que celebrar os festejos sob um novo normal imposto pela pandemia, a paróquia não perdeu seu brilho e devotou 10 dias festa em honra à sua padroeira.

Neste dia 07, alusivo à Nossa Senhora do Rosário, a comunidade paroquial se alegrou com a presença do Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, que na ocasião do encerramento da festa, presidiu a Santa Missa e ordenou Diácono Permanente para a Igreja, o Acólito Cláudio Falcão.

Sendo transmitida pelas redes sociais da Paróquia, a Missa reuniu padres e diáconos permanentes da Diocese, além de uma fervorosa e participativa presença dos fiéis que ocuparam os 30% de capacidade disponibilizados pela paróquia.

Homilia

Acerca da reflexão trazida pelo Bispo, Dom Dulcênio abordou a importância de Maria, informou aos fiéis no tocante a importância de uma devoção sincera ao santo Rosário e direcionou palavras de incentivo ao ordinando Cláudio.

De acordo com o Bispo, celebrar a festa de Nossa Senhora do Rosário, é celebrar o santo rosário e que esta celebração é muito cara a Deus:

“O Rosário é a uma devoção sumamente meritória, quanto mais cara a Deus! Ora, o Rosário compõe-se justamente das duas formas de oração mais caras a Deus: a do Pai nosso, ensinada pelo próprio Deus feito homem e a da Ave Maria, como no-la ensinaram o Arcanjo Gabriel e, por inspiração divina, Santa Isabel e a Santa Igreja”, comentou.

Segundo Dom Dulcênio, rezar o rosário é dirigir o pensamento a Deus, às coisas do alto, à Trindade Santa e à Virgem Maria, tal como raio de luz, essa oração se torna proveitosa cada vez que contemplada.

“Em relação ao Santo Rosário, deixo a minha exortação de Pastor: Rezem o Santo Rosário (o Santo Terço), porque é um verdadeiro alimento espiritual! Trata-se de uma oração que, quando feita com atenção, produz, juntamente com o mérito e com sua eficácia de súplica, o efeito de refeição espiritual; o Rosário também tem em si a virtude de excitar e nutrir em nós o recolhimento, pondo-nos em contato com os mistérios da nossa santa religião. É a oração do sábio e do ignorante e, pois, como nenhuma outra, se adapta à capacidade de todos”, exortou.

Tratando ainda, de explicar o Evangelho, o Bispo falou sobre as graças que Deus derramou em Maria: sendo ela, agraciada, tornou-se bendita entre todas as mulheres de todas as gerações. E trazendo para o momento, o Bispo falou sobre a graça do recebimento da ordem diaconal por parte de Claudio Falcão:

“O Sr. Cláudio, a partir de hoje, revestido do diaconato, se esforçará por aumentar continuamente a graça recebida; que ela continue permanentemente através do AMOR-SERVIÇO. Sr. Cláudio, se quiser atrair os olhares de Deus, na sua missão como diácono, pratique a humildade. A humildade de Maria é exemplo para todos nós. Tome Maria Santíssima como verdadeiro modelo a ser seguido. Não se canse, em suas orações diárias, especialmente na Liturgia das Horas, em pedir a Deus que o Senhor seja instrumento para fazer a sua vontade. Se coloque totalmente disponível ao serviço, para que Ele realize no Diácono Cláudio o seu plano de amor, salvação e santidade”, orientou.

O Rito de Ordenação Diaconal

Neste rito, segue-se 4 momentos específicos, sendo eles: A eleição do candidato; o propósito do eleito, onde o candidato será interrogado; a ladainha de todos os santos; a imposição das mãos e prece de ordenação e, por fim, a entrega do Livro dos Evangelhos.

O Diaconato

O Diaconato é uma vocação ministerial dedicada ao serviço. Eles podem ser transitórios ou permanentes, e serão servidores da Palavra, da Caridade e da Liturgia. Em se tratando de homens casados, os permanentes, eles costumam ser pai e marido; o diácono permanente permeia pela vida eclesial e trabalha em serviço do Senhor, sempre se empenhando a estar próximo do altar como ministro da Sagrada Comunhão, se unindo a Palavra de Deus e sendo atuante em comunidade.

Ao final da celebração, o Diácono Cláudio foi anunciado por Dom Dulcênio que irá fazer uso das ordens na Paróquia de Nossa Senhora do Desterro, em Boqueirão.

Por: Ascom
Fotos: Joaquim Urtiga

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This