Na 9ª noite dos Festejos de São Pedro, em Caraúbas, Dom Dulcênio celebra Missa Festiva

A Paróquia de São Pedro, pertencente à Forania Cariri I, situada na cidade de Caraúbas, está celebrando o seu Padroeiro São Pedro, uma festividade fora de época, que só aconteceu neste tempo em virtude da pandemia. O novenário teve início no último dia 23 e se estende até 01 de novembro.

A penúltima noite de festejos foi marcada pela visita do Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, que presidiu a Santa Missa junto aos fiéis. As celebrações estão ocorrendo ao ar livre, em frente à Matriz, a fim de proporcionar mais segurança aos paroquianos.

A Missa foi concelebrada pelo Pároco, Padre Gustavo Ferreira, contando com a ajuda litúrgica dos Seminaristas.
A Missa foi marcada por uma quantidade significativa de fiéis, acolhendo Dom Dulcênio naquela noite.

A Liturgia deste domingo (01) celebra a Solenidade de Todos os Santos, o Evangelho proposto é o de São Mateus no capítulo 05 que apresenta Jesus no Sermão da Montanha com as Bem Aventuranças. Dom Dulcênio falou dessas Bem Aventuranças e começou referenciando São Pedro, lembrando que a festa, embora aconteça de forma extraordinária, coincidiu com o Dia de Todos os Santos.

“Dentre os milhões de Santos que hoje, de uma só vez, veneramos, pensamos que há muitos de nossa idade e condição, e talvez, como nós, grandes pecadores, mas que, pela constante vida de conversão a Cristo, veem Deus porque se purificaram. A santidade é um caminho contínuo, ninguém nasce santo, a santidade não acontece de uma hora para outra é um caminho a ser construído. Vejam São Pedro, quantas contradições ao negar Jesus”.

A respeito desta Solenidade, o Bispo explicou que a Igreja, como Mãe, quer que honremos os seus filhos, que já estão em plena posse do Céu, conhecidos, outros não; mas que contemplam Deus face-a-face e intercedem por nós.

“Os Santos do Céu, lá no meio do seu triunfo, não se esquecem das nossas misérias, oferecendo-nos os seus auxílios! Com este pensamento, São Bernardo de Claraval afirma que, já que os santos não têm mais nada a pedir para si mesmos, porque são plenamente felizes, têm um vivo desejo de interceder por nós, e se não nos tornamos indignos pelas nossas faltas, obtêm-nos de Deus tudo o que querem. São Pedro intercede por nós, Nossa Senhora intercede por nós”, ensinou.

A Festa de São Pedro terá seu encerramento neste domingo com a Missa dos devotos de São Pedro, às 10h. Já no final da tarde, acontecerá carreata pelas ruas da cidade e Missa Solene de encerramento do Padroeiro.

Por: Ascom
Fotos: Pascom paroquial de São Pedro.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This