Fé e ação: Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, da cidade de Prata, arrecada donativos durante a pandemia

“De que aproveitará, irmãos, a alguém dizer que tem fé, se não tiver obras?”, a Carta de São Tiago, em seu capítulo 2, versículo 14, adverte para a importância da fé está unida a ação, nesse sentido, podemos dizer que a Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, com sede na cidade Prata, e que compreende também os municípios de Ouro Velho e Amparo, no cariri paraibano, ao longo desses meses de pandemia desenvolveu um trabalho enobrecedor na causa social, arrecadando donativos que foram destinados às famílias carentes dos três municípios, uma instituição de caridade e mais uma comunidade fora de seu território paroquial que passou por um desastre ambiental.

Impulsionados pela fé, a paróquia realizou os eventos (retiros abertos) em forma de live durante este período de pandemia, transmitida pelas mídias sociais da paróquia com as pastorais e as equipes de serviço; os eventos fomentaram nos paroquianos e nas pessoas de boa vontade, o desejo de serem mais solidárias. Através de eventos on-line, tais como a Festa da Misericórdia, realizada na cidade de Amparo l, e o Santifik (considerado o maior retiro aberto do cariri paraibano), a paróquia conseguiu arrecadar grande quantidade de doações.

 

Denominado Santifik da Solidariedade, o evento trabalhou a temática da ‘gratidão’ e, de acordo com o Pároco, Padre Eude Gomes, agradecer a Deus pela vida, independentemente da circunstância, é motivo de louvor ao bom Deus: “Diante de tudo o que estamos vivenciando, o sofrimento dessa pandemia, temos algo a agradecer a Deus, pela nossa vida, por tudo o que o Senhor realizou. Agradecemos a Deus, também, porque tivemos uma grande quantidade de chuva, na zona rural teve muita colheita, foi tempo de fartura, e como agradecer a Deus? Estendendo a mão a quem precisa”! Afirmou.

Este mesmo evento apresentou algo curioso; o Padre Eude, esteve participando à distância, isto porque, ele manteve contato com uma pessoa infectada com o coronavírus dias antecedentes do Santifik. Contando com o serviço da Pastoral da Comunicação, o Padre montou um estúdio em sua Casa Paroquial e, de lá, pôde participar virtualmente, pregando e conduzindo a Adoração ao Santíssimo Sacramento, com a participação do Padre Marcos Souza (Paróquia de São Sebastião do Umbuzeiro). Também participou desta edição do Santifik, o Padre Ednaldo (Paróquia de Camalaú).

Confira em números, as doações arrecadadas:

➡️ Alimentos (perecíveis e não-perecíveis) – 3.560kg
➡️ Higiene pessoal e limpeza doméstica – 911 unidades
➡️ Roupas e calçados – 530 unidades
➡️ Remédios – 57 unidades (caixas)
➡️ Dinheiro – R$ 1.900,00Após o significativo resultado, o Padre Eude rendeu graças a Deus pela partilha generosa: “Sinto-me imensamente grato a Deus, por poder contemplar em meus paroquianos, que o Evangelho está saindo do púlpito e ganhando as famílias em seus corações. Durante estes meses, pudemos experimentar que ‘de grão em grão a gente faz um roçado’. Obrigado Senhor”. Agradeceu o Pároco.

Por: Ascom
Fotos e informações: Padre Eude Gomes

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This