“Estamos celebrando 250 anos de uma história fecunda”, diz Dom Francisco Sales

Em noite dedicada ao Setor Juventude, Dom Francisco Sales,
Bispo Diocesano de Cajazeiras (PB) presidiu a Missa no Novenário da Festa da Padroeira

A oitava noite da Festa da Padroeira reservou mais uma linda história a ser contada neste novenário. É que nesta sexta feira (06), a Catedral acolheu o Senhor Bispo de Cajazeiras (PB), Dom Francisco Sales que presidiu a Santa Missa concelebrada pelo Padre Luciano Guedes e o Padre Rodolfo Lucena (referencial para Juventude na Diocese), assistida pelo Diácono Antônio Garcia, contando também com a presença de seminaristas.

Em noite dedicada ao setor Juventude, a Catedral ficou repleta de jovens representados nos grupos, movimentos e serviços da Igreja, tais como, o EJC, o EAC, a Pastoral da Crisma, o Movimento Eucarístico Jovem (MEJ), ALFA, e a liturgia jovem.

Dom Francisco agradecido pelo convite em participar do jubileu de Nossa Senhora da Conceição rezou com o povo em ação de graças pelos 250 anos da Igreja Matriz. Sua reflexão partiu do tema da Festa: “Maria: Templo do Senhor, Refúgio da Humanidade”, e disse ser um tema sugestivo a pensar em Maria como a imagem da Igreja.

Adiante, falou sobre a história de salvação, prefigurada ou anunciada pelos profetas do Antigo Testamento. História esta que se realiza no Sim incondicional de Maria. “Um ser disponível à vontade de Deus! A puríssima! A cheia de Graça! Por isso Maria se torna a porta voz, um sinal de acolhimento à humanidade, pois gerou em seu ventre Aquele que nem o Céu pôde conter. Maria e José estão intimamente associados a história da salvação”. Disse o Bispo.

Recordando a história de fé da Igreja de Campina Grande, o Bispo de Cajazeiras lembrou que Deus se fez instrumento e sinal por meio de tantos corações generosos que o serviram ao longo desses anos. Suplicou ainda o Socorro perpétuo À Virgem Maria, pela Igreja diocesana de Campina.

“Neste tempo de festa onde celebramos 250 anos de uma história fecunda, que possamos fazer memória de tantas pessoas que foram instrumentos Deus nesta igreja. Que sejamos como Maria que se faz acolhimento e como José, o homem do silêncio. Que a Imaculada Conceição padroeira desta terra, seja para vós o modelo singular da reposta à santidade que a sua pureza nos ensine e que Ela guie os passos desta igreja diocesana como uma aurora luminosa”. Proferiu Dom Francisco.

Dom Francisco Sales foi o quarto Bispo a participar desta edição da Festa de Nossa Senhora da Conceição. A programação cultural dessa sexta foi animada pelo cantor Felipe Warley.

Neste sábado (07) a programação segue com mais uma noite do novenário, desta vez, dedicada à Vida Religiosa e Consagrada, celebram na Catedral os Padres das ordens e congregações religiosas; e fiéis ligados ao Vicariato para a Vida Religiosa e as Novas Comunidades. Neste sábado ainda será realizado um Jantar comemorativo aos 250 anos da Igreja Matriz, tendo atração musical com a banda Anjos Dourados.

Por: Ascom
Fotos: Joaquim Urtiga e Rafael Augusto

 

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This