Em Picuí: Wanderley Dantas é Ordenado Diácono

“Consagrado pela imposição das mãos, que procede dos Apóstolos, e vinculado mais intimamente ao serviço do altar, exercerá o serviço da caridade em nome do Bispo ou do Pároco”. Disse Dom Dulcênio na Ordenação Diaconal de Wanderley Dantas

A Igreja Matriz de São Sebastião, na cidade de Picuí, testemunhou na tarde desta sexta-feira (28), mais um lindo capítulo em sua história, a Ordenação Diaconal de Wanderley Dantas, filho da Paróquia. A Missa Solene com o Rito de Ordenação foi presidida pelo Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos e concelebrada por Padres diocesanos e assistida liturgicamente por Diáconos que contaram com o apoio dos Seminaristas.

Devido ao tempo de pandemia, a igreja não esteve completamente lotada, porém os 30% da capacidade permitida foi ocupada, familiares, amigos e demais membros da comunidade prestigiaram a ordenação de Wanderley.

Na homilia, o bispo refletiu sobre o cerne da missão diaconal, que é o serviço; explicou as leituras, falou sobre o chamado do Senhor e pediu ao Neo-Diácono fidelidade e um discipulado voltado ao serviço dos pobres e da liturgia.

“Para servir ao Senhor nada nos pode atrapalhar. A expressão “estejam cingidos os vossos rins” refere-se a ação de erguer as vestes e cingi-las na cintura, a fim de que não atrapalhem o trabalho, no serviço. A expressão “estejam acesas vossas lâmpadas” refere-se, com clareza, a atitude de espera e vigilância com a qual devemos dispor-nos continuamente para a vinda do Senhor, e ao espírito da autêntica e verdadeira fé com a qual e pela qual devemos viver”. Disse.

Falando da missão do Diácono, Dom Dulcênio, recordou que a finalidade do cristão é anunciar a salvação e o reino de Deus:

“A finalidade do cristão e daquele que foi chamado para uma vocação específica, como o diaconato, é instaurar nele e no próprio mundo o Reino de Deus, a fim de que todos se salvem. O chamado do Senhor é entrega total para os escolhidos. Um diácono – e todo cristão – deve ser o discípulo fiel, sempre disposto a servir seu Senhor, seja na liturgia, seja no serviço aos pobres”. Explicou.

Na parte final de sua homilia, o Bispo se voltou a Wanderley e a ele orientou uma vida autentica e condizente com o seu chamado, agora na condição de Ministro Ordenado:

“Wanderley, seja sempre fiel, sempre vigilante. Cristo não te chamou por acaso.  Fortalecido com o Espírito Santo, deverás ajudar o seu Bispo e seu Presbitério no serviço da Palavra, do Altar e da Caridade, mostrando-se servo de todos. Cumpre generosamente a vontade de Jesus, e, na caridade, serve com alegria tanto a Deus como aos seres humanos. Sendo impossível servir a dois senhores. Por fim, guardando a Fé com consciência pura, mostrai em teus atos a palavra que proclamas. Desta forma, também o senhor, Wanderley, no último dia, poderá ir ao encontro do Senhor e ouvir dele estas palavras: “Servo bom e fiel, entra na alegria do teu Senhor!”. Findou.

O Diácono Wanderley Dantas foi designado pelo Bispo, a exercer suas funções litúrgicas na Paróquia de origem, São Sebastião, ficando à disposição dos Padres Lúcio e Hachid.

O Diácono Wanderley José Dantas

É natural de Picuí, tem 47 anos, é casado com Maria Aparecida da Silva Dantas, há 23 anos, com quem teve um filho, Lucas Dantas. É paroquiano da Paróquia de São Sebastião, em Picuí. Na instância diocesana, é membro da Comissão Diocesana de Animação Bíblico Catequética e da Comissão Diocesana de Liturgia, além de integrar o Conselho Diocesano de Pastoral, o CDP; atua como articulador da Forania do Curimataú. Na Paróquia, exerce função de Ministro Extraordinário da Comunhão Eucarística, é membro da Pastoral Familiar, Coordena a Pastoral da Saúde, é membro do conselho paroquial de assuntos econômicos, da Comissão Missionária paroquial. Sua formação acadêmica é em Direito, atua como Advogado residente em Picuí; Estudou Administração, Teologia, é Especialista em Direito Municipal e Público, Gestão Pública Municipal, Governamental e Responsabilidade Fiscal e Previdenciária. Atualmente é Pós-Graduando em Direito Tributário.

O Diaconato

O Diaconato é uma vocação ministerial dedicada ao serviço. Eles podem ser transitórios ou permanentes e serão servidores da Palavra, da Caridade e da Liturgia. Em se tratando de homens casados, eles costumam ser pai e marido, o diácono permanente permeia pela vida eclesial e trabalha em serviço do Senhor, sempre se empenhando a estar próximo do altar como ministro da sagrada comunhão, se unindo a Palavra de Deus e sendo atuante em comunidade.

Por: Ascom
Fotos: Rafael Augusto

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This