Dom Delson fala sobre sua reeleição como vice presidente do Regional NE2

Na última Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, que aconteceu de 15 a 24 de abril, em Aparecida (SP), foram eleitas as presidências de 13 dos 18 regionais da CNBB. O Regional Nordeste 2 reelegeu todos os membros da presidência, que tem o arcebispo de Olinda e recife, Dom Fernando Saburido, como presidente; o bispo de campina Grande, dom Manoel Delson, como vice-presidente; e o bispo de Guarabira, Dom Francisco de Assis Lucena, como secretário. Dom Fernando assumiu a presidência há um ano, sendo eleito logo após a renúncia de Dom Genival Saraiva, que completou 75 anos e tornou-se bispo emérito.

Para Dom Manoel Delson, a reeleição demonstra um quadro de satisfação dos demais bispos com o serviço que vem sendo prestado por esta presidência. “Esta nossa reeleição mostra uma aprovação e um reconhecimento dos nossos irmãos bispos que acreditam que nós prestamos um bom trabalho e podemos continuar a serviço do regional. Sabemos também que as nossas dioceses, de Campina Grande e de Guarabira, ficam mais próximas à sede do Regional, que é em recife, então acredito que este tenha sido um dos critérios para nos escolherem”, completou.

Confira a presidência dos demais regionais da CNBB

Estar na presidência traz, segundo Dom Delson, a possibilidade de colaborar mais efetivamente com os irmãos no episcopado na missão do pastoreio. “É um serviço que prestamos ao nosso regional acompanhando as pastorais, serviços e movimentos e, de certo modo, ajudando os bispos no trabalho de evangelização e administração. Creio que este serviço seja muito importante e gera ainda mais comunhão entre nós”, explicou.

Dom Delson ainda pontuou alguns desafios que não são, necessariamente, do regional NE2, mas de toda Igreja. “A Igreja está passando, assim como toda sociedade, por uma mudança de época. É um tempo onde aprimorarmos a linguagem, melhorando a relação com a sociedade, tempo de irmos ao encontro, como nos pede o Papa Francisco. É tempo de, mais do que nunca, nos tornarmos uma Igreja missionária”, concluiu.

COMISSÕES

As comissões regionais ainda não tem seus bispos referenciais definidos. Segundo Dom Delson já houve uma conversa prévia, mas as definições só acontecerão na próxima reunião do Regional. O Bispo de Campina Grande era, até então, referencial para a Comunicação, mas não adiantou se permanecerá ou se lhe será confiada outra comissão.

Confira os presidentes das Comissões Episcopais da CNBB

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This