DNJ reúne jovens da Diocese de Campina Grande

Com mais de 3 mil jovens reunidos neste domingo (27/10), a Diocese de Campina Grande celebrou no Clube Campestre o Dia Nacional da Juventude.

O encontro iniciou às 9 horas e teve na programão pregações, catequese, workshops, louvor, adoração e a Santa Missa. Participaram jovens das 11 Foranias que compõem a Diocese de Campina Grande.

Mais de duzentos voluntários estiveram servindo em onze equipes para garantir que tudo saísse da melhor maneira para acolher os milhares de jovens.

O coordenador Diocesano da Juventude, Padre Rodolfo Lucena realizou um momento de catequese com perguntas e respostas e explicou que esse momento foi inspirado pelo Papa Francisco na Exortação Apostólica pós-sinodal “Cristo Vive”.

“O tema deste DNJ não poderia ser outro se não: Cristo vive e te quer vivo, é o que o Papa diz no início dessa carta que foi destinada a todos nós. E o Papa pede nessa carta duas coisas, primeiro, que seja anunciado de todas as formas e a todo momento três grandes verdades, que devem ser ditas aos jovens e a todo o povo de Deus: Deus te ama, Cristo te salva e Ele vive! Outra coisa que o Papa pediu, foi que a gente promovesse com a Juventude momentos de catequese, de diversas formas”, disse o Padre Rodolfo.

Momento muito forte do dia foi a Adoração ao Santíssimo Sacramento, que foi conduzida pelo cantor e missionário Davidson Silva, que também realizou pregação sobre o tema do encontro.

“Jovem, você não está aqui para passar um momento, você foi chamado aqui para trilhar um caminho para a eternidade, um caminho junto de Deus”, disse Davidson Silva.

O encontro teve também a encenação da peça Canto das Írias, produzida e apresentada pela Comunidade Shalom.

O Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos manifestou grande alegria ao contemplar os jovens e afirmou: “Uma igreja sem jovens é como um jardim sem flores. Vocês não representam só o futuro da igreja, vocês já representam o hoje da igreja. Louvado seja Deus pela nossa juventude, eu conto com vocês, com a fé de cada um, para arrebanhar para a igreja de Jesus Cristo outros jovens”.

Em sua homilia, Dom Dulcênio destacou a lição de humildade como aliada à prática da oração e jovialidade. E se direcionou aos jovens dizendo: “A vida, encarada na humildade, é um constante processo de construção e demolição: construímo-nos com elementos do Evangelho, em simultâneo ao que demolimos o que nos distorce, o que nos descaracteriza de Jesus. E nisto consiste a continuidade da jovialidade, independentemente da idade cronológica. Pois, quem segue o Senhor, ainda que seja centenário, é, interiormente, jovem”.

Após a Missa, o cantos e missionário Abner Santos encerrou o Dia Nacional da Juventude com um show. Um momento com louvores e testemunhos que emocionou jovens que estavam presentes.

O cantor fez um momento para expressar gratidão e despertar na juventude a prática de aproveitar o hoje, se doando aos que estão ao nosso lado e abrindo cada vez mais espaço para Cristo em nossa vida e em nosso coração.

Informações e fotos: Equipe de Comunicação do DNJ.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This