Diocese reestrutura a COMIDI – Comissão Missionária Diocesana

A COMIDI é o conselho que trabalha no nível diocesano e é composta por um grupo de pessoas (ordenados, consagrados e leigos) que tem por compromisso ajudar os membros da Igreja a viver a dimensão missionária. Não é uma pastoral a mais, e sim um meio para despertar o ardor missionário em todos os batizados que estão engajados nas pastorais e movimentos e organismos da diocese. A comissão torna-se um instrumento que promove a consciência missionária, assim, motivando a própria Igreja local a sair continuamente de suas fronteiras e a cooperar com a missão, levando todos a atingirem a meta proposta por Jesus Cristo: a implantação do Reino de Deus (MT 16,15).

No dia 03 de agosto, em uma reunião na Catedral de Campina Grande, foram apresentados os membros que compõe a COMIDI, que tem por finalidade desenvolver o trabalho diocesano. Também foi apresentado um projeto provisório de missão a ser executado na Diocese. Nesta perspectiva, o coordenador, Diácono Francisco de Assis, ainda falou da necessidade e importância de termos a consciência missionaria em todas as atividades e trabalhos desenvolvidos nas paróquias.

A comissão é composta por uma vice coordenadora – Auribeta Cardoso Rocha (Paróquia São Francisco), dois secretários: Valdemar Gomes e Edilson Pereira (Queimadas e Campina Grande), e três assessores de comunicação: Angélia Maria (Barra de Santa Rosa), Marilene Alves e Suênia Bandeira (Campina Grande). “Os membros da COMIDI foram escolhidos de forma dinâmica, expressada por três diretrizes: acolher, dar espaço e caminhar contigo, com fundamentação extraída do Evangelho (Mateus 28,18-20)”, disse o coordenador.

Para o Diácono Francisco de Assis, a Comissão Missionária é fundamental para a vida da Igreja. “O Papa Francisco nos pede uma Igreja em saída, portanto planejar a pastoral e missão não é um processo meramente técnico, mas sim uma ação carregada do sentido espiritual, por isso todo processo precisa ser rezado, celebrado e transformado em louvor a Deus. Mas para isso é necessário uma integração evangelizadora na ação do Espirito Santo que anuncia a boa nova, desafios e firmeza na fé”.

Pascom Diocesana

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This