Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos emite carta ao povo de Deus

Campina Grande, 08 de maio de 2020.

            Diletos filhos e filhas, amados diocesanos,

 

            Saúdo a todos com a Paz do Cristo Ressuscitado!

Ante as dificuldades e incertezas do momento que vivemos, quero através desta correspondência manifestar a todos vocês e suas famílias minha proximidade espiritual.

            Tenho acompanhado com atenção a gravidade das notícias e situações que enfrenta toda humanidade, nosso país e especialmente os municípios que compõem nossa Diocese de Campina Grande. Lembro-me de todos e os apresento a Deus em minhas orações, sobretudo na Santa Missa que celebro diariamente no silêncio de minha casa.

            Como pai desta grande família espalhada pelas 70 Paróquias da Diocese, compadeço-me dos que estão doentes ou que têm algum doente em suas famílias, dos que perderam entes queridos, seja por causa da COVID-19 ou por outras questões e sequer puderam velar e despedirem-se… Meu coração está muito próximo daqueles que perderam seus empregos ou sua renda para o sustento de suas famílias e estão passando privações materiais, empregados e empregadores, profissionais liberais, comerciantes e comerciários, enfim, são muitos irmãos.

            Ao tempo em que me preocupo com os profissionais de saúde, agradeço a todos por sua vida doada todos os dias, com especial zelo nesta pandemia, em favor dos enfermos que sofrem, levando além do tratamento, a presença, o conforto e o amor. A maioria dos doentes está distante daqueles que amam, vocês são a família de cada um deles neste momento!

            Muitos outros trabalhadores de serviços essenciais estão colocando em risco sua saúde para possibilitar que nossa vida prossiga, por exemplo, os agricultores e todos que fazem o abastecimento até nossas mesas. Estou em oração por todos, incluídos os poderes constituídos no executivo, legislativo e judiciário, de quem reconheço o incansável trabalho e iniciativas. Rezo para que sintam a dor da humanidade e pensem cada vez mais no bem comum.

            Meus irmãos queridos, este é, sobretudo um momento de fé. “Humilhai-vos sob a poderosa mão de Deus, para que na ocasião própria vos exalte; lançai nEle toda a vossa preocupação, porque é Ele que cuida de vós” (IPe 5,6-7).

            Toda dificuldade nos traz um aprendizado. Essa epidemia tem despertado em tantos corações a solidariedade e partilha, o compromisso social com os mais necessitados. Muito obrigado a todos que estão empenhados em tantas obras de caridade que são realizadas o ano inteiro em nossa Diocese, mas com especial atenção neste tempo.

            Agradeço muito aos sacerdotes, diáconos, religiosos, religiosas e agentes de pastoral que estão levando o conforto da Palavra de Deus de maneira dinâmica através dos meios de comunicação e peço a todos os fiéis que aproveitem este tempo para crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, participando das transmissões e rezando com suas famílias em suas igrejas domésticas.

            Com Cristo nós vamos vencer e vamos atravessar essa fase de nossa vida como pessoas melhores para Deus e para os irmãos.

            Em breve nos reencontraremos! Em tudo Deus seja glorificado!

            Com minhas orações e, pela intercessão de Nossa Senhora da Conceição, nossa Padroeira, minha bênção de Pai e Pastor.

 

Dom Dulcênio Fontes de Matos
Bispo Diocesano

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This