Bispo de Campina Grande preside Missa na Paróquia de Nossa de Fátima, nas festividades alusivas à Padroeira

A festa da Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, no bairro de Palmeira, que teve início no sábado (11), acolheu neste segundo dia, o Bispo Diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, que presidiu a Santa Missa na Igreja Matriz.

A Missa foi concelebrada pelo Padre Antonio Nelson, Pároco de Fátima, além de contar com a ajuda litúrgica dos seminaristas que acompanham o bispo nas missões. A celebração reuniu boa quantidade de fiéis dentro da capacidade disponível pela paróquia, nos 30% de capacidade.

A homilia de Dom Dulcênio para este vigésimo oitavo Domingo do Tempo Comum, girou em torno da reflexão do grande banquete, da festa de casamento do filho do rei que é descrito na parábola; de acordo com os ensinamentos do bispo, explicando as leituras, o Reino de Deus, é representado na festa de casamento, muitos são convidados, mas não dão atenção ao convite.

“Primeiramente, tenhamos presente a dinâmica do livro do Cântico dos Cânticos, que nos apresenta a trama da busca do amado pela amada, e vice-versa, designando, assim, o anseio de Deus em amar a alma humana e a única satisfação verdadeira que esta tem. Mesmo sendo gratuito, por ser obra da imensa misericórdia de Deus, que nos faz dignos de tão alta participação da Sua vida divina, sem mérito algum de nossa parte, é-nos exigido um sincero esforço de correspondência, de maneira que não estejamos aquém de tão grandioso dom. Percebemos na Parábola um dado que se repete também em nossos dias: ainda que o Cristo, estendido na Cruz, tenha Se derramado por todos, promovendo a universalidade de Sua salvação, muitos fazem pouco caso de Seu convite de amorosa Aliança, vivendo na indiferença e no relativismo da fé e dos costumes cristãos”, refletiu.

Lembrando-se de Nossa Senhora, o bispo disse que o ‘Sim’ de Maria, transformou a humanidade tornando-a bem aventurada, feliz e agraciada; a disposição de Nossa Senhora, em aceitar o convite em fazer parte do plano de salvação, a fez digna de entrar no banquete da vida.

E meditando na mensagem de Nossa Senhora de Fátima na aparição aos pastorinhos, cujo dia 13 próximo se faz memória da última aparição, o bispo disse:
O que podemos extrair da mensagem da Senhora do Céu naquele dia tão singular é o seu recado à humanidade, convidando-nos ao Banquete do Senhor, para que as nossas vestes espirituais permaneçam puras:

“Quero dizer-te que não ofendam mais a Nosso Senhor que já está muito ofendido, que rezem o terço todos os dias a Nossa Senhora do Rosário”. Logo, pela penitência e oração, preparamo-nos para ser agradáveis a Deus; principalmente se a penitência pessoal, como rompimento do pecado, seja precedida pela penitência sacramental, que chamamos Sacramento da Confissão, na qual a nossa veste se alveja no sangue do Cordeiro”, refletiu.

Por fim, rezou suplicando a intercessão de Nossa Senhora de Fátima, pedindo que ela seja auxílio e que proporcione a seus filhos a alegria na grande festa, no banquete eterno: “Peçamos a Virgem de Fátima que, pelo seu exemplo e suas preces, sejamos dignos de obter, pela misericórdia de Deus, facilitada pela nossa contrição e espiritualidade, a eterna felicidade que o Senhor Jesus Cristo nos prometeu”, encerrou

A Festa de Nossa Senhora de Fátima, segue até o dia 13, quando na ocasião, o Padre Weslley Rangel, filho da Paróquia e recém-ordenado, irá presidir os festejos em honra à Mãe de Deus.

Por: Ascom
Fotos: Pascom de Fátima

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This