As visitas Pastorais Canônicas que Dom Dulcênio fará em 2020

Neste ano de 2020, o Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos fará 5 visitas Pastorais Canônicas às Paróquias da Diocese, dentre elas 3 Visitas serão nas paróquias da Cidade de Campina Grande e outras duas nas Foranias do Agreste I e Agreste II.

No Primeiro Semestre, Dom Dulcênio realiza uma Visita Pastoral, e será à Paróquia da Santíssima Trindade no bairro do Catolé. No Segundo Semestre o Bispo vai as demais paróquias sendo elas: Paróquia Nossa Senhora das Dores, em Natuba/PB, no mês de Junho; Paróquia Nossa Senhora da Guia, em Queimadas/PB, no mês de Julho;

Em Campina Grande ainda serão visitadas a Paróquia Nossa Senhora de Fátima, no bairro da Palmeira, e a Paróquia da Imaculada Conceição, no bairro do Ligeiro.

Confira a lista com as datas:

➡24 a 28 de março
Paróquia da Santíssima Trindade (Catolé, Campina Grande)

➡02 a 07 de junho
Paróquia de Nossa Senhora das Dores (Natuba)

➡21 a 25 de julho
Paróquia de Nossa Senhora da Guia (Queimadas)

➡25 a 30 de agosto
Paróquia de Nossa Senhora de Fátima (Palmeira, Campina Grande)

➡24 a 28 de novembro
Paróquia da Imaculada Conceição (Ligeiro, Campina Grande)

A Visita Pastoral Canônica

A Visita Pastoral é uma ocasião especial na qual o Bispo conhece a realidade da Diocese para melhor servi-la, encorajando a missão evangelizadora e orientando as atividades pastorais e administrativas. Segundo o Código de Direito Canônico, esta é uma visita oficial que o Bispo faz a toda Diocese, ao menos a cada cinco anos (CDC 396). Nela, o Bispo conhece e é conhecido pelo Povo de Deus, procurando viver de acordo com as palavras de Jesus, o Bom Pastor: “Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem” (João 10, 14).

A raiz histórica da Visita Pastoral do Bispo vem das visitas dos apóstolos às comunidades cristãs fundadas por eles. Os apóstolos, encorajados pelo Cristo Ressuscitado, cumpriram a ordem do seu Senhor: “Vão, portanto, e façam que todas as nações se tornem discípulas, batizando-as em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, e ensinando-as a observar tudo o que lhes ordenei. Eis que eu estou com vocês todos os dias, até o fim dos tempos” (Mt 28, 19-20). Durante a convivência com os apóstolos, Jesus foi lhes ensinando a cuidar do seu rebanho. Hoje, os Bispos, como sucessores dos Apóstolos, continuam esta tradição.

Por: Ascom 
Fotos: Arquivo Pastoral

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This