“Um SIM que faz toda diferença” Lembra Dom Dulcênio no Encerramento das festividades de São João Maria Vianney

“Esta é a mais bela profissão do homem: Rezar e Amar.” A célebre frase de São João Maria Vianney é um afluente vocacional de ânimo, coragem e persistência no seguimento da vocação sacerdotal. E sob essa inspiração, o Bispo de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, encerrou a festa de Padroeiro do Seminário Diocesano ao presidir a Santa Missa neste domingo (04).

Concelebraram junto ao Bispo a equipe Formativa da Casa, o Reitor do Seminário, Padre Leandro, O Vice Reitor Padre Josandro e o Reitor do Propedêutico e Dirigente Espiritual da Casa, o Padre Adauto. Nesta celebração foi abençoado o novo Sacrário da Capela Maior do Seminário Diocesano.

Um domingo festivo e repleto de sentido para quem faz do Sacerdócio sua entrega e missão, e neste dia 4, a Igreja fez alusão ao Dia do Padre, e porventura desta razão, o Seminário Diocesano São João Maria Vianney revestiu-se de alegria por festejar seu excelso padroeiro. Mediante uma igreja cheia, com a presença dos seminaristas da Diocese de Campina Grande e de Patos, além do povo de Deus, juntos entoaram louvores aos céus pelo expressivo dia.

Nessa festiva alusão a São João Maria Vianney, o Bispo falou aos padres e aos seminaristas sobre o dom e a alegria em ser Sacerdote, relatando-os que sua vida vocacional nasceu aos pés de Nossa Senhora, entretanto, foi observando a vida de tantos Padres que seu Sim foi sendo fortalecido e trabalhado.

Ao lembrar três figuras determinantes em sua caminhada vocacional, Dom Dulcênio testemunhou os passos galgados de sua entrega ao reino. Primeiro, fez referência a Frei Cristóvão, que segundo o Bispo – durante a sua infância conheceu este religioso – foi  um homem que lhes falou muito de Deus por sua simplicidade e estilo de vida.

A sua segunda referência foi e continua sendo São João Maria Vianney, o patrono dos Sacerdotes. Dom Dulcênio lembrou a história deste grande homem, falando de sua missão na cidade francesa de Ars. Por fim, o Bispo de Campina Grande abordou uma de suas inspirações, o seu santo de devoção, o Papa São João XXIII; para Dom Dulcênio, um homem santo que apontou os caminhos de Nosso Senhor.

Ainda em sua mensagem focando no dia do Padre, Dom Dulcênio encorajou aos seminaristas na perseverança da Vocação e disse-lhes: “é um sim que faz toda a diferença em nossa vida e na vida do povo de Deus.”. Ao fazer menção ao Padre Leandro que completara 9 anos de vida sacerdotal, o bispo agradeceu ao seu trabalho a frente do Seminário e disse estar feliz com o seu presbitério, isto é, com todos os padres que formam o clero da Diocese de Campina Grande.

Já o reitor do Seminário, o Padre Leandro ao final teceu palavras de agradecimento a todos seus paroquianos por fazerem da festa, uma das mais participativas. Estendeu sua gratidão aos Padres Josandro e Adauto e agradeceu ao bispo, pelo Sim à Missão.

A Festa de São João Maria Vianney, Padroeiro do Seminário aconteceu de 01 a 04, com Missas todos os dias, atrações culturais, e esta edição, reservou um momento especial, a Noite Minha Essência que atraiu milhares de fiéis ao Seminário. Agora, o Seminário se prepara para retomar suas atividades acadêmicas neste segundo semestre letivo, ainda este ano, está por vir a Semana Teológica, e as comemorações dos 20 anos de reabertura da Casa de Oração e Caridade.

Por: Ascom
Fotos: Rafael Augusto

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This