“É um dom de Deus!” diz o Bispo sobre a Rádio Caturité

O processo definitivo de migração da Rádio Caturité que vem sendo realizado desde o dia 1 de novembro, culminou na manhã deste domingo, 04, com uma Missa que foi celebrada na Catedral diocesana de Nossa Senhora da Conceição, em ação de Graças por este momento marcante na história da emissora, que passou a operar em Frequência Modulada 104.1.

A celebração foi presidida pelo Bispo diocesano, Dom Dulcênio Fontes de Matos, e concelebrada pelos Padres Luciano Guedes, o Monsenhor Antônio Apolinário e o Padre Adeildo Ferreira, Superintendente da rádio Caturité.

Estiveram participando da Missa, dirigentes, funcionários, anunciantes e comunicadores da rádio que ao longo desses anos têm contribuído com o crescimento da emissora. “Hoje é um dia de louvar a Deus e agradecer por essa migração”, disse Stefanio Cavalcante, membro da programação religiosa. A Missa deste domingo marcou ainda, a abertura da Semana Missionária dos Leigos aqui na diocese.

Em sua homilia, o Bispo destacou inicialmente, a gratidão a Deus, porventura desse processo de migração, em que a Caturité viveu, citando-a como um Dom divino, ele frisou que a emissora tem semeado o bem com a boa informação e a com a evangelização.

“Rendemos graças a Deus pela operação da rádio Caturité nas ondas de Frequência Modulada, onde o Senhor concede a alegria de uma emissora de melhor qualidade e com maior potência para evangelizar mais, levando aos lares a mensagem da boa nova. O fazemos jubilosos na retrospectiva de tantos que deram o seu trabalho, o seu suor, para que este dom de Deus para a igreja diocesana, a sociedade campinense pudesse chegar a onde estar.”              

Neste domingo, 4 de novembro, a igreja celebrou em sua liturgia, a Solenidade de Todos os Santos, e Dom Dulcenio referenciou o serviço da Caturité na propagação da santidade.

 E o mais interessante é que nesta intenção, rendemos gratidão ao Senhor na celebração de todos os santos e santas, haja vista, a grande propaganda feita pela rádio Caturité não é outra, senão a proposta de santidade deixada por Jesus para todos os cristãos, sim!”. Colocou o bispo.

O Pároco da Catedral, e Vigário geral da diocese, o Padre Luciano Guedes, ao final da Missa, teceu um comentário sobre a rádio e falou da alegria em vê-la passando por este momento tão histórico.

“De fato é um momento que não só marca a história da emissora, mas a história da igreja, nessa região da Borborema, a história por assim dizer de todos nós; eu fico muito emocionado nessa santa missa, agradecendo a migração da rádio caturité porque, eu que cresci zona rural, nos arredores desta cidade, num tempo que não tinha celular nem internet, era a rádio Caturité que me tirava do isolamento, me conectava com a vida, com tudo… Quantas vezes escutando o clássico dos maiorais, no domingo à tarde, o Treze e Campinense que marca a história da vida da gente, na voz de Joselito Lucena, aquela voz tão inconfundível e vibrante, eu me ligava à história de cada pessoa também. Que esta rádio tenha muitos anos para derramar a palavra de Deus e marcar a vida e os corações das próximas gerações.” Relatou o Padre.

Por fim, o Padre Adeildo Ferreira, superintendente da emissora, ele que tem uma história peculiar com a rádio desde o tempo em que era seminarista, também agradeceu a Deus e falou o que a emissora prossegue sua missão escrevendo na história o que ela sempre fez, comunicar o bem e a verdade.

“A emissora segue com a sua história com a sua linha de independência com a responsabilidade de fazer uma comunicação que valorize a dignidade humana, que busque cada vez mais o compromisso com o bem, com a verdade com a justiça. Podemos dizer que são quatro pilares que sustentam a audiência e dão sentido a existência desta emissora: O jornalismo, o esporte, a cultura e a nossa querida programação religiosa.  Assim seguimos a história inspirados no ilustre guerreiro, o índio Caturité; esta ilustre guerreira a rádio Caturité prossegue seu caminho, pedindo sempre as luzes do Espírito Santo e contando com o apoio sempre do nosso bispo, Dom Dulcenio. Parabéns rádio Caturité de Campina Grande, 104.1. Parabéns a todos nós que fazemos esta emissora.” Agradeceu.

 

Fotos: Carla Santos / PascomDiocesana

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Share This

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!