Dom Dulcênio ordena Diácono na Igreja Matriz de São José, em Juazeirinho

Na tarde do sábado, 10, O Bispo Diocesano Dom Dulcênio Fontes de Matos, presidiu a Missa de Ordenação Diaconal na Igreja Matriz de São José, na Paróquia de mesmo nome, cidade de Juazeirinho. Foi Ordenado Diácono Para Igreja, José Patrício de Oliveira Costa.

Sob a Concelebração de Padres, a presença de Diáconos, familiares de Patrício, e paroquianos, a comunidade testemunhou, no dia em que a Igreja fez menção à Festa de São Lourenço, Diácono e Mártir, mais um homem casado subindo ao presbitério na condição de Diácono Permanente.

Homilia

A Ordenação Diaconal de José Patrício não poderia ter sido escolhida em data melhor, neste dia 10, a Igreja celebrou a Festa do Mártir São Lourenço, padroeiro dos Diáconos. E foi justamente sobre este grande homem que deu a vida pela verdade, que Dom Dulcênio introduziu suas palavras, falando do exemplo de destemor que foi o Diácono e Mártir Lourenço.

Adiante em sua homilia, Dom Dulcênio empregou a vida de Lourenço para exemplificar o evangelho do dia, sendo Lourenço modelo de servidor. Nesse intento falou da alegria em acolher José Patrício como Diácono. “É um dia de grande alegria para nossa igreja com esta ordenação diaconal, acolhemos mais um servidor do povo de Deus”. Pontuou o reverendíssimo Bispo.

Ao dirigir-se diretamente a Patrício, o Senhor Bispo usou a vida de Lourenço e o evangelho para falar que o seguimento a Cristo é um sim decisivo que implica em servir; serviço este para qual, Patrício foi chamado. “Compete agora ao Senhor, o sim; Sim, que se expressa em duas palavras: Amor e Doação”. Enfatizou o pastor diocesano.

José Patrício de Oliveira Costa

José Patrício de Oliveira Costa é casado com Fabiana Kelly Costa, com quem tem dois filhos, um menino e uma menina. Ele é Agente comunitário de Saúde e sua vida e missão de igreja se constitui há muito tempo.

Ele já foi contribuiu com a Pastoral da Criança, com o Terço dos Homens, o CEBI, o Rito de Iniciação Cristã para Adultos. Um verdadeiro missionário que hoje foi incorporado ao Clero diocesano na Condição de Diácono Permanente.

Seu uso de Ordens será posto a serviço da Paróquia de São José, em Juazeirinho. Ao lado do Diácono Antônio Tributino, serão portanto, colaboradores do Padre Raniere.

O Diaconato

A palavra Diácono deriva de diakonia, de origem grega, que significa “serviço”. Em sentido teológico, Jesus é o modelo por excelência de servidão, ele veio para servir e dá a vida. Nos Atos dos Apóstolos, Lucas narra no capítulo 6, a procura de homens cheios do Espírito Santo e de Sabedoria para o Serviço.

Na hierarquia Católica, o Diaconato corresponde ao Primeiro Grau do Sacramento da Ordem. A Missão diaconal consiste em três pilares, a Caridade, a Pregação da Palavra e o Serviço Litúrgico.

Existe ainda uma distinção neste Grau da Ordem, há Diáconos Transitórios, ou seja, candidatos ao Sacerdócio; e os Diáconos Permanentes, que são homens casados ou não, que são ordenados para exercer de modo estável os serviços que lhes competem.

A missão dos diáconos permanentes torna-se, assim, uma oportunidade para que, inseridos num contexto familiar e profissional, possam dar testemunho do seguimento de Jesus. É uma maneira particular e própria de estar a serviço, principalmente exercendo a caridade e a assistência aos necessitados.

Por: Ascom
Fotos: Rafael Augusto

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Facebook

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This