Dom Dulcênio: A penitência é um movimento do coração humano

Dezenas de fies participaram da missa que marca o início da Quaresma, nesta quarta-feira, 06 de março, na catedral de Nossa Senhora da Conceição, centro de Campina Grande.

Na reflexão litúrgica, Dom Dulcênio lembrou três pontos centrais para a espiritualidade quaresmal: a esmola, a oração e a penitência, considerando os aspectos que caracterizam este último.

“A penitência é um movimento do coração humano que, ao querer reconciliar-se com Deus, deseja ir ao encontro do próximo”, afirmou Dom Dulcênio.

O bispo ainda explicou que a confissão individual, um dos cinco mandamentos da Igreja, é fruto do “desejo de pacificar o seu coração ‘com’ e ‘em’ Deus”. E por isso o sacramento da confissão é chamado também de sacramento da penitência ou reconciliação.

A celebração de imposição das cinzas, presidida pelo bispo diocesano, Dom Dulcênio, foi concelebrada pelo vigário geral, Pe. Luciano Guedes, pelo vigário da Catedral, Pe. Francisco de Assis e o diácono Danilo César.

Fotos: João Saraiva/Pascom Diocesana

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar seu comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.



You have Successfully Subscribed!

Share This